... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

Ajuda Financeira Portugal Programa Troika Passos Gaspar No Bom Caminho Prós Bancos; Arrasador para Familias e Empresas Falências Tecido Empresarial Dados ICC Instituto Instituto Informador Comercial



Já há mais pessoas a falir do que empresas: mais 140% num ano. Norte do país é a região mais crítica

 

Há cada vez mais pessoas sufocadas em dívidas em Portugal. Todos os dias, 30 pessoas são declaradas falidas pelos tribunais portugueses. Há, neste momento, mais pessoas a falir do que empresas.

Só no primeiro trimestre deste ano, foram declaradas insolventes 2.700 pessoas singulares, segundo o jornal «Público». É, nada mais, nada menos do que um aumento de 140% face aos três primeiros meses do ano passado.



Os dados do Instituto Informador Comercial mostram que o Norte do país é o mais afetado pelas falências judiciais. Contabilizou 794 entre janeiro e março. Em segundo lugar, surge Lisboa, com 491 casos.
17 falências por dia em Portugal
Mais de 1.600 empresas já fecharam as portas este ano



Só desde o início deste ano foram já à falência 1.650 empresas em Portugal. Uma média de 17 por dia.

Os dados, do Instituto Informador Comercial, e compilados nós revelam uma subida de brutal face ao mesmo período do ano passado.

Entre as razões de tanta falência destacam-se as dificuldades de financiamento e a queda de consumo em Portugal.

A região mais afetada é o Norte. Só no distrito do Porto, fecharam mais de 400 empresas e no de Braga mais de 220.

Por setores, a construção e o comercio são os mais afetados, e juntos representam metade das falências.


A crise que o país atravessa é uma das principais razões para o disparar destes processos nos tribunais. Instabilidade no emprego, consumo e poder de compra são algumas das razões apontadas.
Os pedidos de ajuda à Deco são reflexo desta realidade. Este ano, e até Março, perto de 8 mil famílias contactaram a associação para exporem a sua situação de sobreendividamento.
O mecanismo de falências judiciais de pessoas singulares foi criado em 2004.
Já vai fartando....

E vem a sra ministra da agricultura dizer que a nossa água ainda está barata,e bem pode ser aumentada.E o nosso ordenado minimo não estará também barato? Então como conseguimos pagar a água e as outras coisas?Algo vai muito mal neste pais, ou existe no governo gente doente ou ainda não aprenderam a fazer contas.Que alguém nos saiba livrar de gente incompetente. 2012-04-11 12:22

Insolvências de Empresas – Dinâmica Diária
O Centro de Estudo do IIC – Instituto Informador Comercial, disponibiliza-lhe a evolução diária do número de Insolvências registadas em território nacional até ao dia 15-04-2012, com segmentação Geográfica e por Sector de Actividade, e as respectivas comparações com o exacto período homólogo. Os dados são actualizados diariamente e permitem-lhe de forma prática e eficaz aceder a toda a informação estatística sobre a dinâmica diária das acções de Insolvência registadas em Portugal.

Quadro 2 –
Insolvências – Comparação
Geográfica (voltar
ao topo)

Distrito2010
2011
2012
Var.
AVEIRO
1049514148,42%
BRAGA
17719124226,70%
BRAGANCA
781025,00%
CASTELO
BRANCO
1223230,00%
COIMBRA
50334845,45%
EVORA
20122066,67%
FARO
283266106,25%
GUARDA
9921133,33%
LEIRIA
537978-1,27%
LISBOA
23927437135,40%
PORTALEGRE
1248100,00%
PORTO
28930544144,59%
SANTARÉM
37406050,00%
SETUBAL
44547233,33%
VIANA
DO CASTELO
23203575,00%
VILA
REAL
5131946,15%
VISEU
3134340,00%
AÇORES
381025,00%
MADEIRA
232461154,17%
BEJA
6512140,00%

Quadro 3 –
Insolvências – Comparação
Sector Actividade (voltar
ao topo)

Sector de Actividade 2010
2011
2012
Var.
Agricultura,produção animal, caça e actividades dos serviços relacionados
8 12 14 16,67%
Silvicultura e exploração florestal
0 0 5 500,00%
Pesca e aquicultura
1 3 0 -100,00%
Extracção de hulha e lenhite
0 0 0 0,00%
Extracção de petróleo bruto e gás natural
0 0 0 0,00%
Extracção e preparação de minérios metálicos
0 0 0 0,00%
Outras indústrias extractivas
5 4 4 0,00%
Actividades dos serviços relacionados com as indústrias extractivas
0 0 0 0,00%
Indústrias alimentares
16 20 38 90,00%
Indústria das bebidas
0 3 2 -33,33%
Indústria do tabaco
0 0 0 0,00%
Fabricação de têxteis
26 18 29 61,11%
Indústria do vestuário
110 87 92 5,75%
Indústria do couro e dos produtos do couro
18 16 18 12,50%
Indústrias da madeira e da cortiça e suas obras, excepto mobiliário; Fabricação de obras de cestaria e de espartaria
25 17 18 5,88%
Fabricação de pasta, de papel, de cartão e seus artigos
2 3 2 -33,33%
Impressão e reprodução de suportes gravados
15 17 19 11,76%
Fabricação de coque, produtos petrolíferos refinados e de aglomerados de combustíveis
0 0 0 0,00%
Fabricação de produtos químicos e de fibras sintéticas ou artificiais, excepto produtos farmacêuticos
4 3 3 0,00%
Fabricação de produtos farmacêuticos de base e de preparações farmacêuticas
0 0 1 100,00%
Fabricação de artigos de borracha e de matérias plásticas
5 5 9 80,00%
Fabrico de outros produtos minerais não metálicos
17 18 23 27,78%
Indústrias metalúrgicas de base
2 2 0 -100,00%
Fabricação de produtos metálicos, excepto máquinas e equipamentos
36 27 46 70,37%
Fabricação de equipamentos informáticos, equipamento para comunicações e produtos electrónicos e ópticos
0 0 0 0,00%
Fabricação de equipamento eléctrico
1 4 2 -50,00%
Fabricação de máquinas e de equipamentos, n.e.
12 9 5 -44,44%
Fabricação de veículos automóveis, reboques, semi-reboques e componentes para veículos automóveis
2 4 7 75,00%
Fabricação de outro equipamento de transporte
2 1 2 100,00%
Fabrico de mobiliário e de colchões
21 35 34 -2,86%
Outras indústrias transformadoras
8 4 2 -50,00%
Reparação, manutenção e instalação de máquinas e equipamentos
6 1 5 400,00%
Electricidade, gás, vapor, água quente e fria e ar frio
0 1 1 0,00%
Captação, tratamento e distribuição de água
1 1 0 -100,00%
Recolha, drenagem e tratamento de águas residuais
0 0 1 100,00%
Recolha, tratamento e eliminação de resíduos; valorização de materiais
1 4 2 -50,00%
Descontaminação e actividades similares
0 0 0 0,00%
Promoção imobiliária (desenvolvimento de projectos de edifícios); construção de edifícios
154 179 248 38,55%
Engenharia civil
29 35 40 14,29%
Actividades especializadas de construção
76 65 126 93,85%
Comércio, manutenção e reparação, de veículos automóveis e motociclos 35 51 44 -13,73%
Comércio por grosso (inclui agentes), excepto de veículos automóveis e motociclos
160 160 232 45,00%
Comércio a retalho, excepto de veículos automóveis e motociclos
131 164 249 51,83%
Transportes terrestres e transportes por oledutos ou gasodutos
32 45 57 26,67%
Transportes por água
0 0 0 0,00%
Transportes aéreos
0 0 0 0,00%
Armazenagem e actividades auxiliares dos transportes(inclui manuseamento)
5 4 7 75,00%
Actividades postais e de courier
0 0 0 0,00%
Alojamento
7 6 14 133,33%
Restauração e similares
30 53 99 86,79%
Actividades de edição
8 8 9 12,50%
Actividades cinematográficas, de vídeo, de produção de programas de televisão, de gravação de som e de edição de música
3 4 2 -50,00%
Actividades de rádio e de televisão
0 0 0 0,00%
Telecomunicações
0 0 0 0,00%
Consultoria e programação informática e actividades relacionadas
6 2 9 350,00%
Actividades dos serviços de informação
1 1 1 0,00%
Actividades de serviços financeiros, excepto seguros e fundos de pensões 3 6 9 50,00%
Seguros, resseguros e fundos de pensões, excepto segurança social obrigatória
0 0 0 0,00%
Actividades auxiliares de serviços financeiros e dos seguros
0 3 2 -33,33%
Actividades imobiliárias
43 30 65 116,67%
Actividades jurídicas e de contabilidade
4 7 8 14,29%
Actividades das sedes sociais e de consultoria para a gestão
12 4 20 400,00%
Actividades de arquitectura, de engenharia e técnicas afins; actividades de ensaios e de análises técnicas
11 9 18 100,00%
Actividades de investigação científica e de desenvolvimento
1 0 0 0,00%
Publicidade, estudos de mercado e sondagens de opinião
11 12 15 25,00%
Outras actividades de consultoria, científicas, técnicas e similares
0 5 10 100,00%
Actividades veterinárias
0 0 0 0,00%
Actividades de aluguer
7 5 6 20,00%
Actividades de emprego
7 2 4 100,00%
Agências de viagem, operadores turísticos, outros serviços de reservas e actividades relacionadas
8 10 6 -40,00%
Actividades de investigação e segurança
0 0 5 500,00%
Actividades relacionadas com edifícios, plantação e manutenção de jardins
3 10 4 -60,00%
Actividades de serviços administrativos e de apoio prestados às empresas
15 21 22 4,76%
Administração Pública e Defesa; Segurança Social Obrigatória
0 0 0 0,00%
Educação
5 6 13 116,67%
Actividades de saúde humana
4 14 13 -7,14%
Actividades de apoio social com alojamento
0 0 3 300,00%
Actividades de apoio social sem alojamento
2 6 2 -66,67%
Actividades de teatro, de música, de dança e outras actividades artísticas e literárias
0 2 3 50,00%
Actividades
das bibliotecas, arquivos, museus e outras actividades culturais
0 1 0 -100,00%
Lotarias e outros jogos de aposta
1 1 0 -100,00%
Actividades desportivas, de diversão e recreativas
5 3 5 66,67%
Actividades das organizações associativas
1 2 3 50,00%
Reparação de computadores e de bens de uso pessoal e doméstico
0 0 6 600,00%
Outras actividades de serviços pessoais
14 13 16 23,08%
Actividades das famílias empregadoras de pessoal doméstico
0 0 0 0,00%
Actividades de produção de bens e serviços pelas famílias para uso próprio
0 0 0 0,00%
Actividades dos organismos internacionais e outras instituições extra-territoriais
0 0 0 0,00%
aloso desemprego jovem.

A informação utilizada no Observatório de Empresas resulta do processamento diário de todos os anúncios de Acção de Insolvência publicados em Diário de República no âmbito do Serviço de Informação das Empresas em Processo de Insolvência disponibilizado pelo IIC.

O Serviço de Insolvências do IIC consiste na disponibilização diária da informação das entidades que entraram em Processo de Insolvência, possibilitando-lhe recuperar ou minimizar os prejuízos inerentes aos valores em dívida. Se desejar obter o nome das entidades que entraram em insolvência e para saber mais sobre este e outros Serviços e Soluções

Instituto Iformador Comercial

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
A Administração do Website

Revolta Total Global Democracia Real Já

Democracia Real Ya
Saiba Quem Manda nas Agências de Rating
Saiba Como Funcionam, a Quem Benificiam e Servem os Ratings das Agências de Notação Financeira; Conheça a Moody's

Occupy The Banks

Conheça Dívida Soberana das Nações e o Império do Fundo Monetário Internacional FMI

World Revolution For Real Democracy Now
Conheça os Estatutos do FMI; Direito Especial de Saque Incluido

Take The Square

Occupy Everything

Tomem as Praças
Saiba Porque não Falam na Islândia

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...