... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

Políticos Fora de Portugal: O Povo na Rua Contra a Corrupçâo



Se seremos 10 ou 10.000 hoje na rua, não é o importante.
O importante é marcar o sinal de mudança.
Estar na rua ao lado dos que têm coragem e arrojo, lutando às vezes contra tudo e contra todos.
Nesta caminhada nunca fomos bem vistos nem acarinhados por ninguém. A nossa integridade não o permitia, e é MUITO INCÓMODA.

Não pedimos melhor salário, nem estágios remunerados.
Não convidámos políticos, nem partidos.
Não queremos ser bonitos ou simpáticos para com quem nos trama o presente, e nos hipoteca o futuro.
Queremos que se vão embora todos aqueles que contribuiram por acção, ou omissão, para o abismo em que nos encontrámos.

VOCÊS, políticos INCOMPETENTES, não são parte da solução. Se alguma dignidade Vos resta, SAIAM. SAIAM JÁ!!!

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Medidas FMI: Direito de Resistência por Falta de Responsabilidade das Entidades Públicas



 Querer resolver os nossos problemas equilibrando a balança, aumentando as receitas fiscais atravéz de aumento cego de impostos e cortando de forma cega a despesa, sem penalizar quem se senta nas cadeiras do poder para enriquecer com os familiares e amigos às custas dos nossos impostos, enquanto leva Portugal à falência, é empurrar o lixo para debaixo do tapete.

As medidas propostas pelo FMI vieram trazer uma nova golfada de ar fresco aos governantes e uma réstia de esperança à população.
Olhando, no entanto, para as medidas propostas pelo FMI, não tenho dúvidas de que elas vão melhorar a nossa situação económica mas não vão resolver qualquer problema.

O FMI vai aplicar um remédio que faz desaparecer a tosse persistente com que este país incomoda todos os seus vizinhos, mas vai ignorar a pneumonia que deu origem a esse sintoma.

Isto faz sentido?


Olhemos apenas para um exemplo:

Que estão a fazer quando dizem que o Estado tem de diminuir até 20 mil funcionários em 2013?

Estarão a fazer mais do que atacar um sintoma?”
Há gente a mais a viver às custas do Estado. Mas não será o problema a existência de uma classe política que usa a sua influência e poder para arranjar emprego, na função pública, para os seus familiares e amigos?

Quem é que vai ter de deixar a função pública?

Os inúteis e incompetentes, com aliados influentes, ou alguns dos muitos funcionários públicos capazes e empenhados que ainda nos restam e que, por mérito, ocupam os seus lugares actuais?

Vamos ficar melhor depois destes despedimentos?


O Estado vai passar a ser mais eficiente e a prestar um melhor serviço em troca dos nossos impostos?

 
Esta é a terceira vez que o FMI intervém em Portugal.

Olhando para as medidas impostas pelo FMI, temo que não seja a última e que tal como na Grécia, passem até a ser habituais as suas vindas a Portugal.

Querer resolver os nossos problemas equilibrando a balança, aumentando as receitas e cortando de forma cega a despesa, sem penalizar quem se senta nas cadeiras do poder para enriquecer com os familiares e amigos às custas dos nossos impostos, enquanto leva Portugal à falência, é empurrar o lixo para debaixo do tapete.

Dever-se-ia, antes, ir à raiz do problema, despedindo os gestores que, anualmente, dão milhões de euros de prejuízo em todas as empresas públicas por onde passam e substituindo-os por gente capaz.

A "Constituição da República Portuguesa

VII REVISÃO CONSTITUCIONAL [2005]
 diz que:

Artigo 22.º
Responsabilidade das entidades públicas
O Estado e as demais entidades públicas são civilmente responsáveis, em forma solidária com os titulares dos seus órgãos, funcionários ou agentes, por acções ou omissões praticadas no exercício das suas funções e por causa desse exercício, de que resulte violação dos direitos, liberdades e garantias ou prejuízo para outrem."

A Realidade é que nada disto se Cumpre, e pelo contrário:

Estamos a sacrificar cada vez mais os Portugueses. Isso um dia terá consequências. Mesmo um povo de brandos costumes não aguentará pagar, eternamente, os erros dos seus governantes.

Exerça o seu Direito Universal de resistência:

Artigo 21.º
Direito de resistência
Todos têm o direito de resistir a qualquer ordem que ofenda os seus direitos, liberdades e garantias e de repelir pela força qualquer agressão, quando não seja possível recorrer à autoridade pública.

Corruptos:

Um dia nem o FMI vos salva.

Nesse dia, nem o FMI poderá salvar os oportunistas incapazes que ocuparam o poder.

VEM Á  MANIFESTAÇÃO PELA DEMISSÃO DE TODA A CLASSE POLÍTICA:

Local: Porto, Praça da Liberdade

Lisboa, Avenida da Liberdade
Hora: Sábado, 14 de Maio de 2011 15:00

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Dívida Pública: Legado de Sócrates e do Socialismo do PS



Legado do PS, José Sócrates e do Socialismo... um modelo de Governo criminoso para Portugal?

Meditem nestes FACTOS:

1 - Pior dívida pública dos últimos 160 anos (mesmo não incluindo PPPs e empresas públicas).

2 - Pior taxa de desemprego dos últimos 90 anos (duplicou em 6 anos).

3 - Maior dívida externa dos últimos 120 anos.

4 - Dívida externa bruta em 1995 de 40% do PIB.

5 - Dívida externa bruta em 2010 de 230% do PIB.

6 - Dívida externa líquida em 1995 de 10% do PIB.

7 - Dívida externa líquida em 2010 de 110% do PIB.

8 - DÍVIDA PÚBLICA em 2005 = 82.000.000.000?.

9 - DÍVIDA PÚBLICA em 2010 = 170.000.000.000?.

10 - Últimos 10 anos = 3º país do mundo com PIOR CRESCIMENTO ECONÓMICO (atrás do Haiti e Itália)

11 - Últimos 10 anos = 4º país do mundo com MAIOR CONTRACÇÃO de DÍVIDA.

12 - Actualmente no 4º lugar do TOP dos PAÍSES DO MUNDO EM RISCO de BANCARROTA.

13 - Em 2011 só PORTUGAL, Grécia e Costa do Marfim estarão em recessão no MUNDO.

14 - Em 2012 só PORTUGAL estará em recessão no MUNDO.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Festa Nacional Manifestação Manif: Lisboa Avenida da Liberdade Porto Praça da Liberdade Demissão Classe Política



Dia 14 não tem fim até que esta classe política se demita!
A manifestação tem, por razões legais de terminar, mas as pessoas não têm de desmobilizar.
Local: Porto, Praça da Liberdade e Lisboa, Avenida da Liberdade
Hora: Sábado, 14 de Maio de 2011 15:00

É da nossa determinação que depende o nosso futuro, se os políticos virem a população permanecer na rua a exigir que se demitam eles não terão coragem de provocar uma multidão e dizer que não o fazem.

Na Islândia foram necessários 4 dias, aqui será o tempo que for mas tivermos determinação conseguimos!

Unir a população na rua é fundamental manter a luta é determinante para o sucesso!

É possível mudar desta forma, na Islândia foi feito, cá o futuro está nas nossas mãos e depende do que fizermos!!

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Máfia Bancos Gang BPN EuroMilões: Dez Mil Milhões de Euros! Escândalo e Impunidade!



CASO BPN: ESCÂNDALO E IMPUNIDADE!

ONDE ESTÃO O PRESIDENTE DA REPUBLICA, OS MINISTROS, DEPUTADOS, JUÍZES, AUTARCAS, ETC. ETC. PARA DEFENDER O NOSSO POVO. PORTUGAL?

O povo está pelos cabelos, mas vai continuar a votar nos mesmos!!!!!!!

DIVULGAR PARA QUE TODOS SAIBAM

9 7 1 0 5 3 9 9 4 0, 0 9 (NOVE MIL, SETECENTOS E DEZ MILHÕES DE EUROS)

9 . 7 1 0 . 5 3 9 . 9 4 0 , 0 9 (NOVE-MIL-SETECENTOS-E-DEZ-MILHÕES-DE-EUROS)
CASO BPN: ESCÂNDALO E IMPUNIDADE

A burla cometida no BPN não tem precedentes na história de Portugal !!!

O montante do desvio atribuído a Oliveira e Costa, Luís Caprichoso, Francisco Sanches e Vaz Mascarenhas, Dias Loureiro (ex conselheiro de >Cavaco Silva) é algo de tão elevado, que só a sua comparação com coisas palpáveis nos pode dar uma ideia da sua grandeza.

Com 9.710.539.940,09 (NOVE MIL SETECENTOS E DEZ MILHÕES DE EUROS.....) poderíamos:

Comprar 48 aviões Airbus A380 (o maior avião comercial do mundo).

Comprar 16 plantéis de futebol iguais ao do Real Madrid.

Construir 7 TGV de Lisboa a Gaia.

Construir 5 pontes para travessia do Tejo.

Construir 3 aeroportos como o de Alcochete.

Para transportar os 9,7 MIL MILHÕES DE EUROS seriam necessárias 4.850 carrinhas de transporte de valores!

Assim, talvez já se perceba melhor o que está em causa.

Distribuído pelos 10 milhões de portugueses,

caberia a cada um cerca de 971 ? !!!

Então e os Dias Loureiro e os Arlindos de Carvalho onde andam?!

O Dias Loureiro é dono do maior Resort de Luxo de Cabo Verde, e o povo MORRE DE FOME!

E que tamanho deveria ter a prisão para albergar esta gente?!


Pequenina, mesmo muito piquenina, tipo gaiola de galinacea


ONDE ESTÃO O PRESIDENTE DA REPUBLICA, OS MINISTROS, DEPUTADOS, JUÍZES, AUTARCAS, ETC. ETC. PARA DEFENDER O NOSSO POVO. PORTUGAL?


CONTINUEM A VOTAR NESTA ESCUMALHA TODA, ELES AGRADECEM

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Máfia Gang EuroMilões: Orçamento Estado Cada Contribuinte Paga 4.512 Euros financiamento Parcerias Público Privadas PPP



Até 2050, cada contribuinte português pagará 4.512 euros para financiar as Parcerias Público-Privadas, num total de mais de 48 mil milhões de euros, sendo que a maior fac-tura paga pelos contribuintes será liquidada entre 2014 e 2024. Os encargos mais el...evados relacionam-se com as PPP firmadas no sector rodoviário, no qual é despendida uma verba de 25.875,4 milhões. Os encargos com as PPP ferroviárias são de 13.232,2 milhões, na saúde ascendem a 8.579 milhões e, em outros sectores, perfazem 588,3 milhões.

Estes valores estão, no entanto, e segundo Carlos Moreno, calculados por “defeito”, já que “o preço final do contrato é sempre uma incógnita” e “ não há nenhuma PPP que não tenha já sido renegociada”.
As consequências para a divida pública, que não contabiliza estas verbas, serão ainda mais gravosas.

Segundo o Boletim Informativo sobre Parcerias Público-Privadas e Concessões do GASEPC – Gabinete de Acompanhamento do Sector Empresarial do Estado, Parcerias e Concessões, respeitante ao último trimestre do ano passado, verificou-se, em 2010, e face ao ano de 2009, um acréscimo de 229,1 milhões de euros, em termos acumula-dos, dos encargos do Estado com PPP, o que resulta, principalmente, dos encargos no sector rodoviário com reequilíbrios financeiros e/ou pagamento de investimentos previs-tos contratualmente, que ascendeu a cerca de 170 milhões de euros.

O Orçamento do Estado para 2011 (OE’2011) prevê que as PPP contempladas até ao momento implicarão, em 2011, uma despesa de 841,9 milhões de euros – 470,3 milhões para concessões rodoviárias, 371,6 milhões em PPP nas áreas da ferrovia, saúde e segu-rança (232,2 milhões de euros para a saúde, 45,3 com segurança e 15 milhões nas redes ferroviárias).

O valor orçamentado é superior em 132 milhões face a 2010, cada contribuinte terá que pagar em 2011 a quantia de 79,1 euros pelas PPP. Tendo em conta os novos contratos estabelecidos no terceiro trimestre de 2010, e segundo os valores apresentados pela DGTF, o total de encargos passa para mais do dobro - 1.768 milhões de euros. Este agravamento poderá ser parcialmente explicado com a contabilização dos encargos com as PPP do Pinhal Interior e do TGV entre o Caia e o Poceirão.

A esta despesa acrescem ainda os valores despendidos com o recurso a consultadorias externas para a negociação ou renegociação dos contratos de parceria, consultadorias estas que resultam, na sua maioria, de ajustes directos. A título de exemplo, refira-se o caso das PPP na área da saúde na qual, apenas em estu-dos e pareceres externos, já foram gastos cerca de 20 milhões de euros.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Internacional Portugal Alemanha: Deputado Alemão envia Carta a Sócrates para rejeitar Pacote de Ajuda UE BCE FMI



Deputado alemão envia carta a Sócrates a pedir que Portugal rejeite pacote de ajuda


Para quem não percebeu, o que o home diz:


É que o dinheiro ia vir na mesma, visto a Europa não poder deixar cair Portugal, sem cair ela própria logo a seguir, por isso se batesse-mo o pé acabávamos por receber o dinheiro na mesma, mas sem as desastrosas contra partidas de austeridade!

Michael Schlecht dá o exemplo da situação na Grécia para aconselhar Portugal a exigir outro tipo de auxílio à Europa. E escreve que a Alemanha também recebeu ajudas após a Segunda Guerra Mundial sem serem impostas medidas de austeridade.
Um deputado da quarta força política do parlamento alemão enviou uma carta dirigida ao primeiro-ministro português em que aconselha os políticos nacionais a recusarem o pacote de ajuda definido pela Comissão Europeia, Fundo Monetário Internacional e Banco Central Europeu.

“Recusem o prosseguimento da política de austeridade”, defende Michael Schlecht na missiva, referindo que o plano de resgate prejudica o desenvolvimento de Portugal, além de representar uma ameaça à democracia. “[As] medidas de poupança aliadas a uma enorme deterioração, inclusivamente no sector político-social, ameaçam prolongar a crise que o país atravessa”, escreve o deputado do Die Linke (A Esquerda).

Para que isso não aconteça, Schlecht diz que o país deve exigir ajudas da União Europeia para recuperar economicamente. E deu o exemplo da Alemanha no período que se seguiu à Segunda Guerra Mundial, uma altura em que recebeu auxílio para a sua reconstrução através do Plano Marshal “e não devido à aplicação de planos de austeridade”. O partido, de acordo com este deputado que é o responsável pela área económica, pretende que sejam os mais ricos a suportar os encargos da crise financeira.

E, adianta o deputado da força política Die Linke no Bundestag, a União Europeia e a Alemanha não se iriam opor a essa via, porque os estados-membros não querem colocar o país em insolvência, precisamente porque isso colocaria em risco a moeda única.

“O governo da República Federal Alemã tem plena consciência de que a Alemanha é a principal beneficiária do euro e que muito tem a perder”, salienta aquele que é um dos 76 deputados do partido de esquerda presentes nos 621 assentos no parlamento alemão.

A rejeição da ajuda é uma medida que o parlamentar defende na missiva dirigida a José Sócrates devido à situação económica vivida actualmente pela Grécia que, depois de receber a ajuda há um ano, está agora em risco de ter de reestruturar a sua dívida. “Esta política conduziu a efeitos catastróficos no desenvolvimento económico da Grécia”, escreve.

“A actual situação da Grécia é uma série advertência para Portugal”, evidencia Michael Schlecht, dizendo que, se o plano de austeridade definido for aplicado, “para além do sofrimento agora exigido ao povo português, os sacrifícios seriam em vão”.

E deixa um aviso relativamente ao crescimento dos partidos e de movimentos populistas e nacionalistas, caso sejam cada vez mais pedidos esforços adicionais. “Sendo estes [partidos] coroados de êxito, a Europa ficaria ameaçada por um futuro hediondo e obscuro”, adverte.
------------------
O Presidente da República engoliu o anzol todo juntamente com a sua geração de sucesso, os célebres "Yuppies", e foi um fartar vilanagem.
Mas para se regalarem à fartazana tiveram que abdicar da agricultura, das pescas, da indústria e tudo o que produzisse riqueza.

Agora temos de pagar juros e juros para quem utilizou Portugal e os países periféricos como lenços descartáveis.
Só falta uma coisita, mas com jeito vai lá. A Finlândia já deu a dica. " ...

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

1 Milhão na Avenida da Liberdade Para Limpeza da Classe Política



Se na Islândia foi possível limpar a classe política cá também será. Lá foram necessários 4 dias na rua cá serão os que forem necessários.

Não bastam as medidas do FMI. É preciso responsabilizar os políticos que nos conduziram até esta situação.
O despudor já chegou ao ponto de, em tempo de crise se dar um aumento de 65% a gestores públicos para depois vir-se penalizar os pensionistas para arranjar dinheiro para pagar esses aumentos.

É preciso sermos claros dizer que de uma vez por todas basta!

Os nosso políticos têm de entender que pagamos impostos para termos:

- uma Justiça melhor e mais célere;
- um melhor acesso a cuidados de Saúde de qualidade;
- escolas que preparem os nossos jovens para serem competitivos com os melhores do espaço europeu;
- forças de segurança com formação e meios capazes;
- um estado que crie condições para o Desenvolvimento homogéneo de todo o território nacional.


Não para sustentar luxos e ordenados imorais dos políticos e gestores públicos.

Por isso exigimos: Que todos aqueles que usaram as cadeiras do poder para enriquecer sejam presos e vejam os seus bens confiscados para pagar a dívida pública que criaram.

Não foi a população que criou esta dívida, não fomos nós que lucramos com ela, foram os nossos governantes que lucraram ao receber ordenados milionários e ao acumular pensões principescas quase sem ter feito qualquer desconto.

Não fomos nós que demos prejuízos monumentais a dirigir as empresas do estado. Foram os nossos políticos que deram esses prejuízos e por isso são eles que têm de pagar, independentemente do partido que sejam. É certo que nem todos os partidos estiveram no governo mas ao falir as câmaras municipais que governaram, e as empresas públicas que controlaram, todos contribuíram para a falência do estado.

É para acabar com a impunidade em que vive a classe política, enquanto faz uma autêntica orgia com o nosso dinheiro que lutamos.

Se na Islândia foi possível limpar a classe política cá também será. Lá foram necessários 4 dias na rua cá serão os que forem necessários.

Dia 14 é o dia da mudança se a população se unir e o exigir é possível devolver a dignidade à política e a esperança a Portugal.

O futuro depende do que cada um de nós fizer dia 14!

Dia 15 manifestações em Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Setúbal e Faro.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Bancos Gang Máfia Portugal: PS PSD CDS-PP Clube Capital Boys & Girls do Dinheiro



Passa este Email, fá-lo circular por Portugal
Para avivar a memória a quem, por norma, não anota!!!

POR MIM, NÃO DEIXAREI DE AVIVAR A MEMÓRIA DOS ESQUECIDOS !...
Um dos Motivos porque o Governo se tornou fiador de 20 mil milhões de euros de transacções intra bancárias......???

Os de hoje, vão estar como gestores de Banca amanhã, pois os de ontem, já estão por lá hoje.
Correcto???? Se pensa que não, vejamos:

EIS A LISTA :

Fernando Nogueira:

Antes -Ministro da Presidência, Justiça e Defesa
Agora - Presidente do BCP Angola

-------------------------------------------------------------

José de Oliveira e Costa: (O TAL QUE ESTEVE NA GAIOLA)

Antes -Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais de Cavaco Silva
Agora -Presidente do Banco Português de Negócios (BPN)

--------------------------------------------------------------------------------

Rui Machete: (AGORA NINGUÉM O OUVE)

Antes - Ministro dos Assuntos Sociais
Agora - Presidente do Conselho Superior do BPN; (o banco falido, é só gamanço)
Presidente do Conselho Executivo da FLAD

------------------------------------------------------------------------------

Armando Vara (PS): (AQUELE A QUEM O SUCATEIRO DAVA CAIXAS DE ROBALOS)

Antes - Ministro adjunto do Primeiro Ministro
Agora - Vice-Presidente do BCP (demissionário a seu pedido, antes que levasse um chuto)

----------------------------------------------------------------------------------------------

Paulo Teixeira Pinto (PSD): (o tal que antes de trabalhar já estava reformado)

Antes - Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros
Agora - Presidente do BCP (Ex. - Depois de 3 anos de 'trabalho',
Saiu com 10 milhões de indemnização !!! e mais 35.000EUR x 15 meses por ano até morrer...)
-----------------------------------------------------------------------------------

António Vitorino (PS):

Antes -Ministro da Presidência e da Defesa
Agora -Vice-Presidente da PT Internacional;
Presidente da Assembleia Geral do Santander Totta - (e ainda umas 'patacas' como comentador RTP)

----------------------------------------------------------------------------

Celeste Cardona: CDS-PP (a tal que só aceitava o lugar na Biblioteca do Porto se tivesse carro e motorista às ordens - mas o vencimento era muito curto)

Antes - Ministra da Justiça
Agora - Vogal do CA da CGD (QUE MARAVILHA - ORDENADO PRINCIPESCO - O ZÉ PAGA)
------------------------------------------------------------------------------

José Silveira Godinho:

Antes - Secretário de Estado das Finanças
Agora - Administrador do BES (VIVA O LUXO)
--------------------------------------------------------------------------------

João de Deus Pinheiro: (aquele que agora nem se vê)

Antes - Ministro da Educação e Negócios Estrangeiros
Agora - Vogal do CA do Banco Privado Português (O TAL QUE DEU O BERRO).

---------------------------------------------------------------

Elias da Costa:

Antes - Secretário de Estado da Construção e Habitação -
Agora - Vogal do CA do BES (POIS CLARO, AGORA É BANQUEIRO)

--------------------------------------------------------------------------------------------------

Ferreira do Amaral: (O ESPERTALHÃO, QUE PREPAROU O TERRENO)
Antes - Ministro das Obras Públicas (que entregou todas as pontes a jusante de Vila Franca de Xira à Lusoponte)
Agora - Presidente da Lusoponte, com quem se tem de renegociar o contrato (POIS CLARO, À TRIPA FORRA).

------------------------------------------------------------------------------------
etc etc etc...
O que é isto ?
Cunha ?
Gamanço ?

É Portugal no seu esplendor .

...e depois até querem que se declarem as prendas de casamento e o seu valor.

Já é tempo de parar esta canalha nojenta !
Não te cales, DENUNCIA!

Passa este email, fá-lo circular por Portugal.

(Eu faço a minha parte ...)

A SOLUÇÃO PARA PORTUGAL É FAZER COMO OS ISLANDESES!...


A SOLUÇÃO PARA PORTUGAL É FAZER COMO OS ISLANDESES!...


Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Câmara Municipal Lisboa Portugal: Corrupção Alto Nível no Estado e Máquina PS



CORRUPÇÃO AO MAIS ALTO NIVEL NO APARELHO DO PS E NO ESTADO;

É ESTA GENTE QUE TIRA OS 25,00€ (SIM "VINTE E CINCO EUROS") DO ABONO DE FAMILIA A QUEM SE FARTA DE TRABALHAR E SÓ GANHA 600,00€ MENSAIS;
NÃO ACREDITES EM LEIS ANTI-CORRUPÇÃO FEITA POR CORRUPTOS.


AINDA HÀ QUEM VOTE NO PS
Continuem a votar no PS!!!

Subject: Fwd: FW: Assessor do PS de 26 anos, sem curriculum é contrato por 3950 euro/mês e ainda recebe 41.100Euro do IEFP


Assessor do PS de 26 anos, sem curriculum é contrato por 3.950 euro/mês e ainda recebe 41.100Euro do IEFP
Jornal público 10.01.2011


É um fartar vilanagem... Quando acabará esta pouca vergonha???
Penso que nunca vai acabar.

Pois o chefe da quadrilha, Sócrates, já se juntou a um dos seus 40 ladrões, para tapar os olhos aos portugueses. Até já fazem à boa maneira do antigamente, metendo os piões de brega em camionetas e levando-os para comícios, segundo o que dizem as pessoas por eles levadas - "à gente disseram para nos entrarmos nas camionetas e a gente veio" Podem confirmar pelo noticiário da TVI.

Para estes gajos há sempre dinheiro; Sobem-se os bens essenciais dos alimentos, sobe o preço dos medicamentos, sobem os preços das vacinas, as portagens, luz, água, gás, e o que mais der dinheiro, para alimentar estes parasitas e sanguessugas, este bando de energúmenos que estão no poleiro, quais abutres à espera da sua presa.

Leiam, e…
DIVULGUEM! É UM DEVER!


Assessor do PS na Câmara Municipal de Lisboa recebeu 41.100 euros do IEFP indevidamente

Jovem dirigente do PS ganha salário de assessor a tempo inteiro, ao mesmo tempo que recebe subsídios do IEFP para criar empresa e posto de trabalho


Um jovem de 26 anos, sem qualquer currículo profissional nem formação superior, foi contratado, em Dezembro, como assessor técnico e político do gabinete da vereadora Graça Fonseca na Câmara de Lisboa (CML).

Remuneração mensal: 3950 euros ilíquidos a recibo verde. Desde então, o assessor - que estava desempregado, fora funcionário do PS e candidato derrotado à junta de Freguesia de Belém - acumulou esse vencimento com cerca de 41.100 euros de subsídios estatais relacionados com a criação do seu próprio posto de trabalho.

Filho de um funcionário do PS, Pedro Silva Gomes entrou muito novo para os quadros do partido.

Em 2006 foi colocado na Federação Distrital de Setúbal, onde se manteve até meados de 2008, ano em que foi reeleito coordenador do secretariado da secção de Santa Maria de Belém, em Lisboa. Entre os membros deste órgão conta-se a vereadora da Modernização Administrativa da CML, Graça Fonseca.

Já em 2009, Gomes rescindiu por mútuo acordo o contrato com o PS - passando a receber o subsídio de desemprego - e em Outubro foi o candidato do PS à Junta de Belém. No mês seguinte, perdidas as eleições, criou a empresa de construção civil Construway, com sede na sua residência, no Montijo, e viu aprovado o pagamento antecipado dos meses de subsídios de desemprego a que ainda tinha direito, um total de 1875 euros, com vista à criação do seu próprio posto de trabalho.

Logo em Dezembro, o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) aprovou-lhe também um subsídio, não reembolsável, de 57.439 euros, para apoio ao investimento na Construway e para a criação de quatro postos de trabalho, incluindo o seu.

Deste valor Pedro Gomes recebeu 26.724 euros ainda em Dezembro, sendo 4086 para investimento e 22.637 para os postos de trabalho. No dia 1 desse mesmo mês, porém, o jovem empresário celebrou dois contratos de prestação de serviços com a CML, para desempenhar funções de "assessoria técnica e política" no gabinete de Graça Fonseca. O primeiro tem o valor de 3950 euros e o prazo de 31 dias. O segundo tem o valor de 47.400 euros e o prazo de 365 dias. 0 segundo destes contratos refere que os serviços serão prestados no gabinete de Graça Fonseca e no Gabinete de Apoio ao Agrupamento Político dos Vereadores do PS.

A autarca disse ao PÚBLICO que foi ela quem convidou Gomes e garantiu que ele é "efectivamente" assessor do gabinete do PS, cuja coordenação, acrescentou, lhe foi "confiada". Este gabinete, porém, não tem existência real, sendo que Pedro Gomes é assessor de Graça Fonseca. A vereadora garantiu desconhecer o facto de o seu assessor ter recebido os subsídios do IEFP.

A direcção do instituto, por seu lado, adiantou que Gomes já recebeu este ano mais 12.593 euros para apoio ao investimento, tendo ainda a receber cerca de 10.500 euros. Face às perguntas do PÚBLICO sobre a acumulação ilegal do lugar de assessor com os apoios recebidos e aos indícios de que a Construway não tem qualquer actividade, o IEFP ordenou uma averiguação interna e admite vir a pedir a restituição dos valores recebidos pelo empresário.

O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, não respondeu a várias perguntas do PÚBLICO.
José António Cerejo
(TUDO ISTO É VERDADE)


CHAMA-SE A ISTO CORRUPÇÃO DE ALTO NIVEL NO APARELHO DO PS E NO ESTADO;


É ESTA GENTE QUE TIRA OS 25,00€ (SIM "VINTE E CINCO EUROS") DO ABONO DE FAMILIA A QUEM SE FARTA DE TRABALHAR E SÓ GANHA 600,00€ MENSAIS;
NÃO ACREDITES EM LEIS ANTI-CORRUPÇÃO FEITA POR CORRUPTOS.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Máfia Bilderberg Portugal: Governo Sombra Corrupção Internacional



A Bilderberg & Portugueses na Bilderberg

Texto retirado do extinto site PTNS

A Sociedade Bilderberg, é um grupo americano que existe há longos anos, pouco ou nada se tem falado desta 'sociedade secreta', e muitos desconhecem a sua existência ou os seus objectivos.

Este grupo sionista leva a cabo uma conspiração antidemocrática, um plano oculto de dominação mundial. Este grupo conta nas suas fileiras, Presidentes, Famílias Reais, ministros, industriais e executivos de sucesso, jornalistas, directores de estações de TV, jornais etc. 
Alguns Portugueses da Bilderberg
 A primeira conferência da Bilderberg realizou-se em Maio de 1954, desde então esta organização secreta realiza todos os anos em diversas cidades europeias e norte americanas, conferências. A Bilderberg todos os anos preocupa-se em convidar as figuras mais poderosas ou futuros aliados, na execução da estratégia de dominação, para as suas conferências.



 
Porreiro Pá!
O Tratado da Lisboa Fachista
Tão amigos qu nós somos
Somos Irmãos
Maçon
 Nestas conferências são discutidos diversos assuntos desde política a economia entre outros. Após analisarmos os participantes destes encontros, chegamos à conclusão que nós, povo, não passamos de peças, facilmente manipuladas por estes “grandes” senhores. Considerando como exemplo a última “luta”, durante as legislativas, entre PS e PSD que serviu, e serve, para ridicularizar o povo português. Imaginem o que se passa nos bastidores, as ricas gargalhadas que não se dão nessas reuniões à “nossa” custa. Vivemos portanto numa ditadura “invisível”, onde as nossas escolhas são limitadas a uma só “força”/”poder” com dois ou três nomes diferentes, de modo a nos iludir.
A Benção Padrinho

Podemos tomar como outro exemplo, Pinto Balsemão, que controla jornais, empresas de publicidade e recentemente uma estação de TV. Este senhor é convidado assíduo da Bilderberg, pelo menos desde 1988, podemos fazer uma pequena ideia de como a “nossa opinião” é controlada através desta força oculta, quem não vê TV para saber as últimas notícias nacionais e internacionais? Quem não compra o seu jornal de manhã para saber o que se passa ao seu redor? A maioria das pessoas não tem noção que a informação que lhes chega todos os dias através da comunicação social, que jamais é posta em causa a sua veracidade, é um excerto dos factos reais um QB de ficção.

Anda Limpar Portugal

Conferência Bilderberg em Portugal, 1999


No início de Junho de 1999, realizou-se na Penha Longa, Sintra, uma conferência da Bilderberg. Entre os participantes desta 47º conferência estavam dez portugueses, sendo Francisco Pinto Balsemão, Jorge Sampaio, Artur Santos Silva, Ricardo Salgado, Nicolau Santos, Murteira Nabo, Vasco de Melo, Marçal Grilo, João Cravinho e Joaquim Ferreira do Amaral.

De acordo com algumas fontes, a Bilderberg pagou milhões de dólares ao governo Português para este disponibilizar forças militares, policiais e helicópteros para localizar intrusos, de modo a “protegerem o seu secretismo”, pois a segurança nos encontros da Bilderberg é algo que nunca falta. De acordo com o Jornal de Notícias havia ordens para abater qualquer “intruso” que fosse apanhado ou oferecesse resistência. A Bilderberg também exigiu que o hotel no qual se ia realizar a conferência fosse fechado 48 horas antes desta começar.

De acordo com um jornalista do The News, que se encontrava nas imediações do hotel, foi-lhe dito que teria de abandonar o local, mas alguns minutos depois foi detido por dois polícias e esteve sob custódia durante 8 horas sendo tratado como um criminoso, o seu crime terá sido andar na via pública.

António Guterres, que participou na conferência de 1994, na Finlândia, foi, curiosamente, eleito primeiro-ministro em 95. Guterres não constou na lista de convidados da 47ª Conferência e em nenhuma outra depois da de 94.

Mas existem outras coincidências iguais a estas no historial da Bilderberg.

Coincidências?

Bill Clinton que participa no encontro Bilderberg na Alemanha em 91 foi eleito presidente dos Estados Unidos da América em Agosto de 1992.

Tony Blair que participa no encontro Bilderberg na Grécia em 93 torna-se líder do partido em Julho de 94 torna-se primeiro-ministro em Maio de 97.

Jack Santer o anterior chefe de estado (demitido por corrupção) participou no encontro Bilderberg na Alemanha em 91 e torna-se presidente da UE em Janeiro 95.

Romano Prodi participou no encontro Bilderberg em Portugal em Junho de 99 toma posse como presidente da UE em Setembro de 99.

George Robertson participa no encontro Bilderberg na Escócia em 98 e toma posse como secretário-geral da NATO em 99.

Outra GRANDE coincidências é que desde ‘71 todos os líderes da NATO, pertenciam à Bilderberg.

***

Portugueses na Bilderberg

Francisco Pinto Balsemão

É convidado assíduo da Bilderberg pelo menos desde 1988. Um magnata na imprensa e economia portuguesa, fundador do Jornal Expresso/Sojornal em 1972. Após a morte de Sá Carneiro em 1980, Pinto Balsemão, que até então era adjunto do primeiro-ministro, sucedeu-lhe como chefe do governo de coligação da AD. Balsemão tem um “império invejável”, tendo em sua posse desde jornais a estações de TV, tem grande influência nas mais “credíveis” e prestigiadas empresas nacionais.

António Barreto

Participou no Encontro da Bilderberg em 1992 em Evian-les-Bains, França. Ex-deputado à Assembleia Constituinte, Secretário de Estado do Comércio Externo, Ministro do Comércio e Turismo, Ministro da Agricultura e Pescas e Deputado à Assembleia da República. Publicou vários livros e artigos académicos, assim como ensaios. Colabora regularmente, desde os anos setenta, na imprensa diária, assim como na televisão. É colunista do jornal Público desde 1991.

Durão Barroso

Participou no encontro da Bilderberg aquando ministro dos negócios estrangeiros. É Presidente do PSD e é actualmente Primeiro-ministro português.

Nuno Brederode

Colunista do Semanário Expresso, Membro do Partido Socialista.

Roberto Carneiro

Participou no encontro de 92 em 1992 em Evian-les-Bains, França. É ex-Secretário de Estado da Educação, e Ministro da Educação. É consultor do Banco Mundial, da OCDE, da UNESCO e do Concelho da Europa.

Vitor Constantino

Governador do banco de Portugal

Vasco Pereira Coutinho

Participou no encontro de 91 em Baden-Baden, Alemanha e de 98 em Turnberry, Escócia. Empresário português.

José Cutileiro

Participa no encontro de 1995 em Zurich, Suiça. ex-secretário-geral na União Europeia.

José Galvão Teles

Participa no encontro de 1997 em Geórgia, EUA. Membro do PS, membro do Conselho de Estado.

Teresa Patrício Gouveia

Participa no encontro de 2001 em Gothenburg, Suécia. Deputada e porta-voz da Comissão Política Nacional do PSD, foi também secretária de Estado da Cultura durante o Governo de Cavaco Silva. É actualmente, também, presidente da fundação de SERRALVES.

Marçal Grilo

Participa no encontro de 1999 em Sintra, Portugal. Ex-Ministro da educação.

João Cravinho

Ex-Ministro da Indústria e Tecnologia do IV Governo Provisório, ex-deputado à Assembleia da República, ex-delegado nacional ao Comité de Ciência e Tecnologia das Nações Unidas. Também foi Membro do Bureau da União dos Partidos Socialistas e Vice-Presidente do Parlamento Europeu, Ministro do Planeamento e da Administração do Território, Ministro do Equipamento.

Miguel Horta e Costa

Participou no encontro de 98 em Turnberry, Escócia. Presidente da Comissão Executiva (CEO) da Portugal Telecom.

Margarida Marante

Participa no encontro de 96 em Toronto, Canadá e 99 em Sintra, Portugal. Uma das mais prestigiadas jornalistas da televisão portuguesa, segundo o «The News» recusa-se a fazer qualquer tipo de declaração sobre a sua participação nestas conferências.

Vasco Mello

Participa no encontro de 99 em Sintra, Portugal. É vice-presidente do Grupo José de Mello e em ‘02 é eleito presidente da Brisa por unanimidade.

Carlos Monjardino

Presidente do da Fundação Oriente.

Murteira Nabo

Participou no encontro de 99 em Sintra, Portugal. Presidente da PT

Fernando Faria Oliveira

Participou no encontro de 93 em Atenas, Grécia. Da sua carreira destacam-se 10 anos de funções governativas, como Ministro do Comércio e Turismo, bem como a passagem por quatro Secretarias de Estado: Exportação, Adjunto do Primeiro-ministro, Tesouro e Finanças e ainda Adjunto. É, ainda, administrador (não executivo) da TAP - Air Portugal. Foi administrador do Banco de Fomento e Exterior, da Siderurgia Nacional, da CELBI, do ICEP, para além de empresas do Grupo IPE, director da Sorefame e docente universitário.

Carlos Pimenta

Participou no encontro de 91 em Baden-Baden, Alemanha. Participou na Coordenação do Grupo Europeu do PSD em 1998/1999. Foi euro deputado e Secretario de Estado do Ambiente.

Francisco Lucas Pires

Participou no encontro de 88. Foi coordenador geral da Aliança Democrática e ministro da Cultura e Coordenação Científica. Foi presidente do CDS entre 1983/85.
A discordância quanto à política Europeia seguida pelo CDS levou-o a sair do partido e a ingressar nas listas do PSD tanto para o Parlamento Europeu como para a Assembleia da República.

Ricardo Espírito Santo

Participou nos encontros de 97 em Geórgia, EUA e 99 em Sintra, Portugal. É Presidente do Grupo Espírito Santo.

Jorge Sampaio

Participou no encontro de 99 em Sintra, Portugal. Após a Revolução do 25 de Abril de 1974, é um dos principais impulsionadores da criação do Movimento de Esquerda Socialista (MES). Foi ainda co-Presidente do “Comité África” da Internacional Socialista. Em 1989, decide concorrer à presidência da Câmara Municipal de Lisboa, cargo para o qual é, então, eleito e depois reeleito, em 1993.
Em 14 de Janeiro de 1996, é eleito, Presidente da República, em 1996, apresentou-se de novo e voltou a ser eleito.

Niculau Santos

Participou no encontro de 99 em Sintra, Lisboa. Ex-director do Expresso.

Artur Santos Silva

Participou no encontro de 99 em Sintra, Portugal. É Presidente do BPI. Artur Santos Silva também foi nomeado presidente da sociedade anónima de capitais públicos (SACP) que geriu o projecto Porto 2001.

Marcelo Rebelo de Sousa

Participou no encontro de 98 em Turnberry, Escócia. É ex-Ministro dos Assuntos Parlamentares e em 1996 o secretário-geral do PSD. É também professor catedrático na Faculdade de Direito.

Miguel Veiga

Participou no encontro de 94 em Helsínquia, Finlândia. Um dos mais prestigiados advogados do Porto.

António Vitorino

Participou no encontro de 96 em Toronto, Canadá. É ex-ministro da defesa.

António Borges

Participou no encontro de 97 na Geórgia, EUA e 02 em Leiden, Holanda. É actualmente vice-presidente da Goldman Sachs Internacional à qual se juntou em 2000 no seu percurso passa por empresas como Petrogal-Petroleos, Vista Alegre, Sonae e Cimpor-Cimentos.

Elisa Guimarães Ferreira

Participou no encontro de 02 em Leiden, Holanda. Ex-representante do Ministério do Plano e Administração do Território na Comissão de Gestão Integrada da Bacia Hidrográfica do Ave (CGIBHA). Foi também Subdirectora do Programa de Investigação sobre Gestão de Recursos Hídricos financiado pela NATO e co-responsável pela candidatura a financiamento do Programa NATO-POWATERS. Ex-Ministra do Ambiente e Ministra do Planeamento. Actualmente é Vice-Presidente do Grupo Parlamentar do PS.

Guilherme Oliveira Martins

Participou no encontro de 02 em Leiden, Holanda. É Ministro das Finanças em 2001, na altura vice-primeiro-ministro, substituindo Joaquim Pina Moura que renunciou ao cargo. Foi também deputado do PS na Assembleia da República.

Vasco Graça Moura

Participou no encontro de 2001 em Gothenburg, Suécia. Deputado ao Parlamento Europeu pelo Partido Social-Democrata. Foi Comissário-Geral da Comissão Nacional para as Comemorações dos Descobrimentos Portugueses.

Freitas do Amaral

Deputado, vice-presidente e presidente da União Europeia das Democracias Cristãs em 81. Foi ministro dos Negócios Estrangeiros, vice Primeiro-Ministro e ministro da Defesa. Candidatou-se à Presidência da República em 1986. Actualmente é presidente da Assembleia-geral das Nações Unidas.

Vítor M. R. Constâncio

Participou no encontro de 88. Ex-ministro das Finanças e do Plano. Foi também Secretario Nacional do PS. Em 85 foi nomeado governador do Banco de Portugal. Depois de ter sido reeleito secretário-geral do PS em 88, demitiu-se do cargo em Outubro do mesmo ano.

António Guterres

Participa no encontro de 94 em Helsínquia, Finlândia. Ex-Primeiro-ministro, deputado da Assembleia da República, pelo Partido Socialista, com mandato suspenso e Vice-Presidente da Internacional Socialista, organização que agrupa mais de cem partidos e organizações socialistas e sociais-democratas à escala mundial.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Operação Militar Contra Portugal: Medina Carreira Desmonta Máquina de Guerra da Propaganda dos Bandidos



Foi pedido o resgate
Bom, dado o que está em causa é tão só o futuro dos nossos filhos e a própria sobrevivência da democracia em Portugal, não me parece exagerado perder algum tempo a desmontar a máquina de propaganda dos bandidos que se apoderaram do nosso país.
Já sei que alguns de vós estão fartos de ouvir falar disto e não querem saber, que sou deprimente, etc, mas é importante perceberem que o que nos vai acontecer é, sobretudo, nossa responsabilidade porque não quisemos saber durante demasiado tempo e agora estamos com um pé dentro do abismo e já não há possibilidade de escapar.

Estou convencido que aquilo a que assistimos nos últimos dias é uma verdadeira operação militar e um crime contra a pátria (mais um). Como sabem há muito que ando nos mercados (quantos dos analistas que dizem disparates nas TVs alguma vez estiveram nos ditos mercados?) e acompanho com especial preocupação (o meu Pai diria obsessão) a situação portuguesa há vários anos.

Algumas verdades inconvenientes não batem certo com a "narrativa" socialista há muito preparada e agora posta em marcha pela comunicação social como uma verdadeira operação de PsyOps, montada pelo círculo íntimo do bandido e executada pelos jornalistas e comentadores "amigos" e dependentes das prebendas do poder (quase todos infelizmente, dado o estado do "jornalismo" que temos).
Ora acredito que o plano de operações desta gente não deve andar muito longe disto:
Narrativa: Se Portugal aprovasse o PEC IV não haveria nenhum resgate.

Verdade: Portugal já está ligado à máquina há mais de 1 ano (O BCE todos os dias salva a banca nacional de ter que fechar as portas dando-lhe liquidez e compra obrigações Portuguesas que mais ninguém quer - senão já teríamos taxas de juro nos 20% ou mais).
Ora esta situação não se podia continuar a arrastar, como é óbvio.
Portugal tem que fazer o rollover de muitos milhares de milhões em dívida já daqui a umas semanas só para poder pagar salários! Sócrates sabe perfeitamente que isso é impossível e que estávamos no fim da corda.
O resto é calculismo político e teatro, como sempre fez.
Narrativa: Sócrates estava a defender Portugal e com ele não entrava cá o FMI.
Verdade: Portugal é que tem de se defender deste criminoso louco que levou o país para a ruína (há muito antecipada como todos sabem).
A diabolização do FMI é mais uma táctica dos spin doctors de Sócrates.
O FMI fará sempre parte de qualquer resgate, seja o do mecanismo do EFSF (que é o que está em vigor e foi usado pela Irlanda e pela Grécia), seja o do ESM (que está ainda em discussão entre os 27 e não se sabe quando, nem se, nem como irá ser aprovado).
Narrativa: Estava tudo a correr tão bem e Portugal estava fora de perigo mas vieram estes "irresponsáveis" estragar tudo.

Verdade: Perguntem aos contabilistas do BCE e da Comissão que cá estiveram a ver as contas quanto é que é o real buraco nas contas do Estado e vão cair para o lado (a seu tempo isto tudo se saberá).
Alguém sinceramente fica surpreendido por descobrir que as finanças públicas estão todas marteladas e que os papéis que os socráticos enviam para Bruxelas para mostrar que são bons alunos não têm credibilidade nenhuma?
E acham que lá em Bruxelas são todos parvos e não começam a desconfiar de tanto oásis em Portugal?
Recordo que uma das razões pela qual a Grécia não contou com muita solidariedade alemã foi por ter martelado as contas sistematicamente, minando toda a confiança.
Acham que a Goldman Sachs só fez swaps contabilísticos com Atenas?
E todos sabemos que o Eng.º relativo é um tipo rigoroso, estudioso e duma ética e honestidade à prova de bala, certo?

Narrativa: Os mercados castigaram Portugal devido à crise política desencadeada pela oposição. Agora, com muita pena do incansável patriota Sócrates, vem aí o resgate que seria desnecessário.
Verdade: É óbvio que os mercados não gostaram de ver o PEC chumbado (e que não tinha que ser votado, muito menos agora, mas isso leva-nos a outro ponto), mas o que eles querem saber é se a oposição vai ou não cumprir as metas acordadas à socapa por Sócrates em Bruxelas (deliberadamente feito como se fosse uma operação secreta porque esse aspecto era peça essencial da sua encenação).

E já todos cá dentro e lá fora sabem que o PSD e CDS vão viabilizar as medidas de austeridade e muito mais.
É impressionante como a máquina do governo conseguiu passar a mensagem lá para fora que a oposição não aceitava mais austeridade.
Essa desinformação deliberada é que prejudica o país lá fora porque cria inquietação artificial sobre as metas da austeridade. Mesmo assim os mercados não tiveram nenhuma reacção intempestiva porque o que os preocupa é apenas as metas.
Mais nada.

O resto é folclore para consumo interno.
E, tal como a queda do governo e o resgate iminente não foram surpresa para mim, também não o foram para os mercados, que já contavam com isto há muito (basta ver um gráfico dos CDS sobre Portugal nos últimos 2 anos, e especialmente nos últimos meses).
Porque é que os media não dizem que a bolsa lisboeta subiu mais de 1% no dia a seguir à queda?
Simples, porque não convém para a narrativa que querem vender ao nosso povo facilmente manipulável (julgam eles depois de 6 anos a fazê-lo impunemente).
Bom, há sempre mais pontos da narrativa para desmascarar mas não sei se isto é útil para alguém ou se é já óbvio para todos.

E como é 5ª feira e estou a ficar irritado só a escrever sobre este assunto termino por aqui.
Se quiserem que eu vá escrevendo mais digam, porque isto dá muito trabalho.

Henrique Medina Carreira
TALVEZ FOSSE BOA IDEIA DIVULGAREM AOS VOSSOS (AS) AMIGOS (AS)
PARA BEM DE TODOS

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Gerra Economia: Risco de Bancarrota: Portugal, Grécia e Irlanda Sob Ataque



Grécia, Irlanda, Portugal, Espanha, Bélgica...vão todos : VAI A UE. E SE HOUVER UMA GUERRA NA EUROPA QUE NINGUÉM SE ADMIRE. Os portugueses têm é de tratar da sua vida e arrumar Portugal: TEMOS DE RESPONSABILIZAR OS POLITICOS DESDE 1974 ATÉ HÁ PRESENTE DATA

DEIXEM-SE DE TRETAS....É A UE QUE VAI À VIDA; E SE NÃO HOUVER UMA GUERRA NA EUROPA JÁ NÃO É MAU

Noticia Económico

Dívida

Risco de bancarrota de Portugal, Grécia e Irlanda sobe

Mafalda Aguilar  
09/05/11 11:30

Investidores continuam a dar sinais de nervosismo perante a possibilidade de reestruturação da dívida grega.
É que o preço dos ‘credit default swaps' (CDS) sobre dívida nacional a cinco anos - uma espécie de seguro contra o incumprimento do País - avança hoje para 646,13 pontos base, mais 13 pontos face a sexta-feira.
Mas pior que Portugal estão a Grécia e a Irlanda. No caso de Atenas, o preço dos CDS dispara 80 pontos até aos 1.416 pontos base. É o pior registo em todo o mundo, segundo o monitor da Bloomberg que acompanha a evolução dos CDS de 59 países. O preço dos CDS irlandeses avança para 671 pontos base, mais 18 pontos do que na sessão anterior.

Também os juros dos títulos de dívida de Portugal, Irlanda e Grécia estão hoje a subir em praticamente todas as maturidades. No prazo a 2 anos o juro sobre OT nacionais cotava nos 11,809%, a 5 anos nos 11,620% e a 10 anos nos 9,618%.

A percepção do risco para com os três países da zona euro intensificou-se perante o crescente receio de uma reestruturação da dívida grega, depois de um jornal alemão ter avançado que a Grécia estaria a ponderar abandonar a zona euro. Uma notícia que motivou uma reunião extraordinária dos ministros das Finanças dos principais países da zona euro, ao final de sexta-feira, para debater o programa de ajustamento helénico.

Fontes da União Europeia citadas pela Bloomberg adiantaram, por sua vez, este fim-de-semana, que o pacote de apoio à Grécia pode ser aumentado.

Além disso, as taxas de juro cobradas à Grécia pelo resgate também podem voltar a baixar. Isso mesmo foi hoje admitido pela Alemanha, pela voz do vice-líder do partido de Angela Merkel. Mas para isso a Grécia tem de avançar com mais reformas, disse Michael Meister, em declarações a uma rádio alemã.

Na calha está também uma renegociação do programa de ajustamento da Irlanda. A Comissão Europeia afirmou hoje que "está claramente a favor de uma redução da taxa de juro" paga pela Irlanda pelo empréstimo de emergência da União Europeia e do FMI, de modo a apoiar a sustentabilidade da dívida e evitar a reestruturação. A decisão deverá ser anunciada nas próximas semanas, acrescentou.

A Irlanda luta há alguns meses por um alívio dos juros, mas a recusa do Governo do país em subir a taxa de IRC, de 12,5%, uma das mais baixas na União Europeia, tem impedido a flexibilização dos termos do resgate.

Fonte: Económico


REVOLTA-TE

VEM Á MANIFESTAÇÃO

É PRECFISO PARAR ESTA MÁFIA BILDERBERG DA MAÇONARIA DOS BANCOS

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Pacto Traição à Pátria: Acordo Governo PS PSD CDS e Troika FMI BCE (Gang dos 3) Video



Declaração de Garcia Pereira logo após o anúncio do acordo entre o governo PS, o PSD e a troika capitalista representante do FMI e do BCE, que vai impor sacríficios inomináveis ao Povo português, injustos e injustificáveis, por causa de uma crise provocada pela ganância e desregulamento da actividade dos banqueiros.


Artigo 308.º - Traição à pátria




       Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:
              a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele; ou
              b) Ofender ou puser em perigo a independência do País;


       é punido com pena de prisão de 10 a 20 anos.


Diário da República nº 63 Série I Parte A de 15/03/1995
Decreto-Lei nº 48/95 de 15-03-1995


CÓDIGO PENAL
LIVRO II - Parte especial
TÍTULO V - Dos crimes contra o Estado
CAPÍTULO I - Dos crimes contra a segurança do Estado
SECÇÃO I - Dos crimes contra a soberania nacional
SUBSECÇÃO I - Dos crimes contra a independência e a integridade nacionais
----------
Artigo 308.º - Traição à pátria


       Quem, por meio de violência, ameaça de violência, usurpação ou abuso de funções de soberania:
              a) Tentar separar da Mãe-Pátria, ou entregar a país estrangeiro ou submeter à soberania estrangeira, todo o território português ou parte dele; ou
              b) Ofender ou puser em perigo a independência do País;


       é punido com pena de prisão de 10 a 20 anos.
Início de Vigência: 01-10-1995

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Internacional Palavra do Diabo: Discurso Político Antes e Depois das Eleições



Conversa de político antes das eleições:

O nosso partido cumpre o que promete.
Só os tolos podem crer que
não lutaremos contra a corrupção.
Porque, se há algo certo para nós, é que
a honestidade e a transparência são fundamentais.
para alcançar os nossos ideais
Mostraremos que é uma grande estupidez crer que
as máfias continuarão no governo, como sempre.
Asseguramos sem dúvida que
a justiça social será o alvo da nossa acção.
Apesar disso, há idiotas que imaginam que
se possa governar com as manchas da velha política.
Quando assumirmos o poder, faremos tudo para que
se termine com os marajás e as negociatas.
Não permitiremos de nenhum modo que
as nossas crianças morram de fome.
Cumpriremos os nossos propósitos mesmo que
os recursos económicos do país se esgotem.
Exerceremos o poder até que
Compreendam que
Somos a nova política.

Depois de tomar posse... basta ler o texto de novo, de baixo para cima!

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Portugal Invasão RTP: Contra Censura e Discriminação dos Partidos Políticos sem Assento Parlamentar



Representantes dos partidos políticos sem assento parlamentar que concorrem às próximas eleições legislativas, manifestaram-se em frente à sede da RTP em protesto contra a discriminação de que são alvo ao serem excluídos dos debates televisivos da campanha eleitoral. A manifestação terminou com uma invasão das instalações, após a tentativa de recusa da Direcção de Informação em aceitar uma reunião com os representantes dos partidos presentes na manifestação.


E também necessário lutar contra as sondagens "fabricadas" pela RTP, SIC e TVI

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...