... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

Revolução Portuguesa, 15 O, OWS, Lisboa, Portugal, Manifestação São Bento Frente Residência Oficial Primeiro Ministro A Caminho Da Assembleia da República Download Fotos



15 de Outubro: fotos e videos da manifestação que contou com ataques aos servidores dos sites do Governo
A Assembleia da República foi tomada por algum tempo
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal Manifestação Largo do Rato Rua Brancamp TugaLeaks
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal
Manifestação Largo do Rato Rua Brancamp TugaLeaks

Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal Manifestação na Rua Brancamp
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portuga
Manifestação na Rua Brancamp
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal Manifestação São Bento Frente Residência Oficial Primeiro Ministro
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal
Manifestação São Bento Frente Residência Oficial Primeiro Ministro
A caminho da assembleia da República 


14h45m: um grupo de Anónimos Portugueses fazia os últimos preparativos para a manifestação que teve várias dezenas de milhares de pessoas do Marquês de Pombal à Assembleia da República no dia de hoje.


Tugaleaks.com: 15 de Outubro - Manifestação na Rua Brancamp


O Tugaleaks esteve presente na manifestação 15 de Outubro.
Este vídeo foi tirado à saída da R. Brancamp em direção ao Rato.

Tugaleaks.com: 15 de Outubro - Manifestação na Rua de São Bento

O Tugaleaks esteve presente na manifestação 15 de Outubro.
Este vídeo foi tirado à á descida da R. de São bento em direção à Assembleia da República.

A Tomada da Escadaria da Assembleia da República video Anonymous Portugal

A manifestação abriu os 4 noticiários principais Portugueses e ocupou na RTP1 mais de 10 minutos de tempo de antena.
Revolução Portuguesa 15 de Outubro Lisboa Portugal Localização dos Cabos Telecomunicações Governo Internet Down
A internet está aqui


Download das fotos em HD – ZIP, 173.8MB

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Revolução 15 O OWS Do Algarve, Portugal a Wall-Street, Europa, África, América, Asia: Lisboa, Porto, Coimbra, Madrid, Paris, Dublin, Itália, Grecia, Londres, Brasil, Marrocos, Australia, Japão, Chile, Mexico, Islamabad



Projecto audiovisual que mostra a evolução do movimento dos indignados iniciado en España e que se espalhou e multiplicou pelos vários países do mundo até se cristalizar na manifestação mundial de 15 de Outubro de 2011 que ocorre em mais de 1000 cidades mundiais.

Começamos a viagem de protesto indignado em >Faro. Revoltados, saímos do Algarve e passamos por Évora, onde manifestamos o descontentamento, em indignação seguimos para >Lisboa, seguimos para o >Porto, passamos por >Coimbra e damos um salto a Braga.

Do Porto seguimos para Londres, fazemos escala nos Açores, onde apoiamos o protesto de Angra do Heroismo. De Angra do Heroismo damos um salto ao Canada e protestamos, seguimos para Londres, fazemos escala na Irlanda e protestamos em Dublin ocupamos a bolsa de valores de Londres, o London Stock Exchange. Fazemos a marcha de protesto de Londres e descemos até Madrid.


De Madrid seguimos para Bruxelas. Ao atravessar a França passamos por Paris ocupada, subimos para a Suiça.
Da Suiça, descemos à Itália, passamos pela Turquia, Alemanha, Russia, Belarus, seguimos para os protestos na Grécia.

Saímos da Grécia para protestar em Israel, de Israel seguimos pela Siria, Islamabad, India, Japão, Indonesia, Australia,

De Melbourne ocupada, seguimos para a África Unida em protesto. Passamos pela África do Sul e protestamos, subimos em protesto até Marrocos. Apoiamos a Arab Spring, o protesto dos nossos irmãos Árabes, é o nosso protesto.

 Protestamos com os nossos irmãos de Rabat... de Rabat seguimos para o Chile em protesto indignado, protestamos no Brasil [Brasil, África, Europa, Ásia, Estados, Autralia Unidos, América do Sul (on site)], mostramos a nossa indignação na Colômbia, manifestamo-nos no México, protestamos na California, Ocupamos Los Angeles (#OccupyLA LiveStream video TV Chanel). Seguimos para Nova York e acampamos em Zucoti Park para protestar em Wall Street, o coração do sistema financiero especulativo e origen da crise económica global.
#OccupyWallStreet LiveStream TV Chanel


Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Política Privatizações: Ruina Nacional! Agostinho Lopes Confronta Ministro da Economia e Emprego, Transportes Públicos



Perguntas de Agostinho Lopes ao Ministro da Economia, tema privatizações, desertificação do interior e transportes

Assembleia da Republica Política Privatizações Ruina Nacional Agostinho Lopes Confronta Ministro da Economia e Emprego Transportes Públicos



Perguntas de Bruno Dias e Agostinho Lopes ao Ministro da Economia e do Emprego na Assembleia da República, sobre a política de desastre que este governo está a impor ao país, nomeadamente no sector dos transportes, na campanha que tem realizado visando a justificação da privatização das empresas públicas de transportes, o ataque aos direitos dos trabalhadores, o agravamento dos preços aos utentes e a implosão do já de si fragilizado sistema de transportes nacional.


Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Medidas do Governo: Aumento de Trabalho Impostos! Passos Coelho: Mentiras e Contradições! Best Of



Pedro Passos Coelho -- Best of 2010-2011
Pedro Passos Coelho Alternativa PSD Aumeto de Impostos
Pedro Passos Coelho Alternativa PSD Aumeto de Impostos
Durante 2010 e 2011, Pedro Passos Coelho disse que sim, disse que não e disse o contrário. Durante várias semanas foram recolhidas, compiladas e compostas as melhores declarações deste extraordinário homem.


Hoje, tenho o prazer de apresentar os melhores momentos de Pedro Passos Coelho (e o Rodrigo Moita de Deus há-de desculpar o roubo descarado deste texto).

Evidentemente quando se quer chegar ao poder diz-se sempre que não se vai aumentar impostos, mesmo que se saiba que isso vai acontecer.

Este anúncio do orçamento de Estado deixou-me muito triste pelo destino miserável que este gajos estão a dar ao País.
Pedro Passos Coelho Alternativa PSD Aumeto de Impostos, Mentiras e Cotradições, Best Of
Pedro Passos Coelho Alternativa PSD Aumeto de Impostos
Pedro Passos CoelhoMentiras e Cotradições, Best Of

Adenda: Especialmente esclarecedoras as afirmações deste extraordinário homem, nos últimos 2 anos, após a declaração ao país acerca do Orçamento de Estado para 2012.


A subida de iva, corte de subsidios só fazem estagnar a economia.

Temos os donos do dinheiro a tentar comer o que falta, e temos os donos da Europa impacientes de controlar o que sobrar.

Qual emprego ?

Quantas pessoas são necessárias para ligar uma rega automática e guiar maquinas agrícolas ?

Acordem para a vida, estes gajos tão a destruir Portugal.

Revolta-te!

Junta-te ao protesto Mundial!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Orçamento de Estado :Governo Assalta Classe Média Com Mais Impostos Arrasa Economia! Portugal a Caminho da Grécia!



Governo Arrasa Economia. Portugal a caminho da Grécia: as medidas do Orçamento de Estado 2012

O Primeiro Ministro de Portugal deu a conhecer as principais medidas do Orçamento de Estado 2012.
Na ordem: Trabalho, Reformas, IVA, Família, Estado.


Trabalho

Corte de dois subsídios em 2012 e 2013
O novo orçamento do Estado prevê a eliminação dos subsídios de férias e de Natal em 2012 e 2013 para todos os funcionários públicos que recebam mais de 1000 euros.

Corte salarial
As pessoas que tenham um salário de mais de 1.500 euros terão um corte salarial na ordem dos 5%, medida que transita de 2011. O valor do subsídio de refeição será congelado e as valorizações remuneratórias serão proibidas.

Corte de subsídio de Natal em 2011
Em 2011, os funcionários públicos já tinham perdido 50% do subsídio de Natal, com o Governo a aplicar uma isenção aos escalões mais baixos.

Horário de trabalho
Ao longo dos próximos dois anos será permitida a expansão do horário de trabalho no sector privado em meia hora.


Corte nas horas extraordinárias

A redução do pagamento de horas extraordinárias, também, vai atingir os funcionários públicos.O acréscimo devido por trabalhos extraordinários desce para 25% na primeira hora e para 37,5% nas horas seguintes. Caso as horas extraordinárias sejam prestadas em dia de descanso semanal ou feriado o acréscimo desce para os 50%. O descanso compensatório remunerado a que têm direito os funcionários, também poderá ser eliminado.

Corte nos funcionários

O Governo quer reduzir os funcionários públicos da administração central para 2%. São admitidas contratações, em casos excepcionais e bem justificados, mas o ministério das Finanças terá controlo sobre as admissões nas autarquias e universidades, por exemplo.

Função Pública

Tal como já aconteceu este ano, em 2012 a função pública terá novo congelamento salarial. Esta regra, segundo sinalizou já o Governo no Documento de Estratégia Orçamental (DEO) vai manter-se até 2013. Igualmente congeladas ficam todas as progressões e promoções.
O pacote de mudanças na mobilidade especial está ainda a ser negociado, mas no essencial, os funcionários públicos que esteja nesta situação passar a receber menos e a ficar sujeitos a regras mais rígidas para o reinício de funções.
Os funcionários públicos que estão em mobilidade especial vão passar a receber apenas metade do salário base que receberiam se estivessem no activo. Actualmente a subvenção corresponde a 66%.

Feriados

Para o próximo ano em Portugal, sem o Carnaval, estão previstos 13 feriados, cinco dos quais calham ao fim-de-semana (Ano Novo, 10 de Junho Dia de Portugal, 23 Junho Corpo de Deus, 1 Dezembro Restauração da Independência e 8 de Dezembro).

Quatro dos 13 feriados terão lugar a uma terça ou quinta-feira. Estes quatro são os principais candidatos à extinção ou aproximação ao fim-de-semana. Em especial, o Dia de Todos os Santos (1 de Novembro), que calha a uma quinta-feira, bem como e o feriado de Corpo de Deus (7 de Junho), também a uma quinta. O Dia do Trabalhador e o Natal, ambos à terça-feira, deverão estar a salvo de alterações.


Reformas
Pensões acima de 1.000 euros
Ficarão sem o subsídio de Natal e de Férias em 2012 e 2013. Ou seja, na prática estes reformados ficam sem quatro pensões.

Pensões entre 485 e 1.000 euros
Estes pensionistas perderão uma das pensões durante os dois anos.

Aumentos
No próximo ano, as pensões não vão ser actualizadas - apenas as mínimas aumentarão

IRS
Em 2012 será feita uma convergência da dedução específica com os rendimentos de trabalho dependente que acabará por se traduzir numa subida do IRS.

Contribuição extraordinária
Será criada uma contribuição extraordinária sobre as pensões pagas pelo sector público a partir de 2012. Esta taxa vai incidir sobre as reformas acima de 1500 euros mensais e traduzir-se-á numa redução média de 5% no valor das pensões (observando a mesma progressão que foi feita para o corte salarial).

ADSE
Pensionistas que ganhem mais de 485 euros vão passar a descontar 1,5% do salário para a ADSE. A medida afectará 75 mil reformados.

Imposto de Natal (2011)
17% dos pensionistas pagarão este ano o chamado imposto de Natal que incidirá sobre metade do montante de subsídio de Natal que fique acima dos 485 euros.
IVA

Os produtos que mantêm os 6%
O primeiro-ministro anunciou hoje que o Orçamento para 2012 "reduz consideravelmente o âmbito de bens da taxa intermédia do IVA, embora assegure a sua manutenção para um conjunto limitado de bens cruciais" para sectores como a agricultura. Pedro Passos Coelho disse que se vão manter na taxa intermédia de IVA "bens cruciais para sectores de produção nacional, como a vinicultura, a agricultura e as pescas", não indicando quais

Os produtos que descem de 13% para 6%
Os óleos alimentares e as margarinas de origem animal e vegetal descem de categoria.

Os produtos que passam de seis para 23%
O leite com chocolate, a Coca-Cola e os bilhetes de futebol deverão sofrer um agravamento de preço em 2012 e saltam para a taxa normal de IVA. Segundo a proposta a que a agência Lusa teve acesso, a água engarrafa da, que hoje também só paga 6% de IVA também subirá ao escalão superior.
Segundo a mesma proposta, entre esses produtos estão os "leites chocolatados, aromatizados, vitaminados ou enriquecidos", as "bebidas e sobremesas lácteas", a "batata fresca descascada, inteira ou cortada, pré-frita, refrigerada, congelada, seca ou desidratada, ainda que em puré ou preparada por meio de cozedura ou fritura".
Mais há mais: os refrigerantes, sumos e néctares de frutos ou de produtos hortícolas, incluindo os xaropes de sumos, as bebidas concentradas de sumos e os produtos concentrados de sumos (a Coca-Cola entra aqui) também devem passar para a taxa de 23%. , onde se inclui a Coca-Cola, deverão passar de uma taxa de seis por cento para 23 por cento.



Família


Electricidade e gás
A energia sofreu um agravamento da carga fiscal, com a electricidade e o gás a passarem dos 6% para os 23%. A juntar a isto, as tarifas de electricidade para o próximo ano vão ser conhecidas no dia 17, desconhecendo-se para já o seu valor.
O Governo decidiu, também por imposição da troika, acabar com as tarifas reguladas de electricidade e gás para clientes domésticos. A 1 de Julho de 2012 são extintas uma parte das tarifas reguladas e a 1 de Janeiro de 2013, são extintas as restantes e o mercado fica livre, ou seja o preço de venda será definido por cada uma das operadoras no mercado. A expectativa é de que os preços aumentem.
Saúde
O orçamento para a Saúde vai perder 810,2 milhões de euros para o próximo ano.
Os hospitais públicos vão receber no próximo ano menos 300 milhões de euros, uma redução de 5 a 7%. A juntar aos cortes na despesa, as taxas moderadoras nos hospitais vão sofrer um aumento sobre a taxa de inflação anualmente.
As despesas nesta área também vão deixar de ser deduzidas. Até agora, a Administração Fiscal permite que por cada 100 euros de despesa com saúde (medicamentos, óculos, aparelhos para os dentes, consultas) se abatam 30 euros ao imposto a pagar. E estabelece ainda que não haja qualquer limite na declaração deste tipo de despesa. Em 2012 já não será assim.
Se está no grupo dos mais de 96% de contribuintes com um rendimento colectável inferior a 66.045 euros anuais, vai poder continuar a juntar à sua declaração de IRS os encargos com saúde, educação, empréstimo ou renda de casa, como sempre fez até aqui. Acima daquele valor, as Finanças penas aceitam que sejam abatidos 1100 euros (e em 2012, nada). Mas nem todas as despesas são aceites.

Educação
A Educação perde 600 milhões de euros para o próximo ano.O ensino Pré-Escolar, Básico e Secundário vai receber menos 158,5 milhões de euros e o Ensino Superior perde 114,3 milhões de euros.
Em relação a deduções nos impostos para despesas educacionais, já existe actualmente um valor máximo para estas despesas, que é de 760 euros, mas deverá ser reduzido no próximo ano porque a educação e ouras deduções à colecta vão deixar de ser consideradas individualmente, passando a "contar" para um tecto máximo. Este tecto vai variar consoante o nível de rendimento do agregado, mas incluirá a saúde, a educação e a casa.

Habitação:
Num primeiro momento, presumivelmente no próximo ano, as despesas com o empréstimo da casa ou com as rendas poderão ainda continuar a ser declaradas mas com limitações no valor. Mas o objectivo da troika é que os encargos com os juros de crédito à habitação e com as rendas sejam progressivamente eliminados.
Em relação ao Imposto Municipal sobre Imóveis, IMI, as novas regras vão mudar e o objectivo é que se traduzam numa receita adicional de pelo menos 250 milhões de euros. O “susto” vai ser repartido em dois momentos: no primeiro, já em 2012, as isenções sofrem uma redução significativa. O segundo chega em 2013, com a subida do valor patrimonial dos imóveis que não foram ainda reavaliados.

Segurança Social
A Segurança Social vai sofrer cortes no valor de 205 milhões de euros para o próximo ano.
Os agregados familiares que tiverem um ou mais elementos no desemprego, vão assistir a alterações nas regras para os desempregados. Os subsídios de desemprego vão assim sofrer três grandes alterações: a duração do subsídio de desemprego vai ter um máximo de 18 meses; o valor pago vai ter um limite de 2,5 vezes o Indexante de Apoios Sociais; o período contributivo necessário para aceder ao subsídio de desemprego reduz-se de 15 para 12 meses. Também com a alteração nas indemnizações por despedimento e por término de vínculo, o montante de dinheiro que se recebe por sair de uma empresa.

Aumento dos transportes
Mais uma das áreas que vão sofrer grandes aumentos no futuro. O Governo pretende aumentar de novo, em cerca de 10%, os preços dos transportes este ano. Este ano, os transportes aumentaram entre os 15% e os 25% em Julho, e entre os 3,5% e os 4,5% em Janeiro. No início do próximo ano, volta-se a assistir a novo aumento, partindo da base de 3,5% de inflação para o próximo ano, e um acréscimo que vai totalizar um valor superior.


Estado
Administração Pública
O Governo irá cortar mais 0,1 por cento do PIB em investimento para compensar o desvio orçamental deste ano para além do já anunciado, reduzindo no entanto a contribuição das transferências de fundos de pensões em igual valor.
As associações e outras entidades privadas vão passar ver o seu financiamento público divulgado.
A reorganização dos serviços públicos fica novamente suspensa até ao final do próximo ano, a não ser para reduzir cargos dirigentes e para diminuir a despesa.
O Governo quer cativar 2,5 por cento das verbas totais dos serviços e organismos do Estado e 12,5 por cento em investimento, entre outros pontos alvos de cativações, à semelhança do que aconteceu este ano.
Os administradores das empresas públicas que não paguem aos fornecedores em tempo útil "incorrem em responsabilidade financeira e disciplinar".
O Governo vai criar, no próximo ano, um novo plano de regularização das dívidas aos fornecedores.
Membros do Governo só possam deslocar-se em classe executiva nas viagens de avião superiores a quatro horas.

Administração Regional e Local
O Governo inscreveu 7,4 milhões de euros para pagar os salários dos presidentes das Juntas de Freguesia.
O Governo pode vir a reter quase 200 milhões de euros das transferências orçamentais para a Madeira devido à violação dos limites de endividamento apurados em 2011, de acordo com uma versão preliminar do orçamento para 2012
As autarquias terão obrigatoriamente de reduzir no mínimo em 15 por cento o número de cargos dirigentes nos primeiros seis meses de 2012.

Empresas
O Governo pretende reestruturar o grupo RTP de maneira a realizar uma forte contenção de custos operacionais em 2012, com o objetivo de reduzir o esforço financeiro dos contribuintes e criar condições para a alienação de um canal de televisão
O Governo vai avaliar a eventual concessão das carreiras e linhas da Carris, da STCP e do Metropolitano de Lisboa.
Privatização dos CTT e renegociação do contrato de concessão com a Portugal Telecom (PT), operadora responsável pelo serviço universal de comunicações, avançam em 2012.
As participações do Estado na EDP, REN e GALP serão alienadas até ao final deste ano.
O Governo vai definir e concretizar os modelos de privatização da TAP e da ANA -- Aeroportos de Portugal, ao mesmo tempo que vai reavaliar a construção de um novo aeroporto na região de Lisboa.
A substituição do endividamento por investimento estrangeiro, em parte através das privatizações, é um dos pilares da reforma da economia prevista pelo Governo.

Impostos
O Governo PSD/CDS-PP afirma que a opção entre uma redução "generalizada" e uma redução "seletiva" da Taxa Social Única (TSU) está ainda em aberto.
O Governo prevê passar em 2012 para as câmaras a responsabilidade de cobrança dos impostos municipais, como o IMI e a derrama.

Saúde
Os utentes que não paguem as devidas taxas moderadoras nos serviços de saúde ficam sujeitos a coimas mínimas de 50 euros, cuja cobrança passa a ser feita pela Direção Geral de Impostos.


Defesa
Os três ramos das Forças Armadas vão ser obrigados a reduzir pessoal em regime de contrato e voluntariado em 2012, cabendo ao Exército 12.939 militares, 2.673 à Força Aérea e 2.098 à Marinha Portuguesa

Energia
A Estratégia Nacional de Energia vai ser revista para reduzir o consumo em 25 por cento.

Até Janeiro, Março, estas as principais medidas. Depois vêm mais que é para ajudar os banqueiros.


Chegou a da contestação sair para a rua e mostrar de que são feitos os Portugueses...

Dia 15 de Outubro Junta-te ao protesto Mundial!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Indigna-te! Luta! Orçamento de Estado: Dinheiro para os Bancos, Impostos para o Povo! Revolução para a Rua!



Em apoio das manifestações do passado dia 1 e da que vai realizar-se no próximo sábado, dia 15, o Colectivo de Comunistas Revolucionários e o Colectivo Mudar de Vida divulgaram um comunicado em que denunciam o ataque, agora conduzido pelo governo PSD/CDS, contra os assalariados. O texto afirma que o rumo dado pelo capital à vida do país é o desemprego maciço, o empobrecimento geral da população trabalhadora e a sua redução à condição de massa sem direitos. Contra isso, os dois colectivos sublinham de novo a necessidade de os movimentos de protesto se unirem numa plataforma de luta anticapitalista que force o patronato a recuar e que obrigue o capital a pagar a crise.


Revolta-te!
Contra o terrorismo social capitalista temos legitimidade de lutar por todas as formas

Em poucos meses, o governo PSD/CDS mostrou que a sua política é a continuação, para pior, da política do PS. Em cima de tudo o que já tinha sido feito pelos governos de Sócrates, os últimos meses tudo pioraram.
A maioria obtida por PSD e CDS abriu portas a uma nova onda contra os assalariados impulsionada por toda a classe capitalista. A mudança foi exclusivamente a favor de patrões e poderosos.

A destruição das protecções sociais do Estado e das defesas legais do trabalho foram aceleradas, agora sob o chapéu do acordo firmado com a troika FMI/BCE/UE. Estas medidas são de verdadeiro terror social. Visam alterar radicalmente a relação de forças entre patrões e trabalhadores. O fito é dar ao capital todas as liberdades para dominar como quiser a força de trabalho.

Está à vista que o rumo dado pelo capital à vida do país é o desemprego maciço, o empobrecimento geral da população trabalhadora e a sua redução à condição de massa sem direitos.

Esta política de esmagamento das classes trabalhadoras faz acumular a indignação e a revolta. Importantes manifestações de jovens reclamam uma vida digna. Cresce o número dos que querem responder ao terror social imposto pelo patronato. As condições são favoráveis ao alargamento do campo da luta de classes.

É preciso incentivar esta disposição de luta e rejeitar a chantagem sobre os “perigos de convulsão social”. Com o argumento da defesa da ordem, as classes dominantes apenas pretendem assegurar condições para continuarem a esmagar os de baixo.
Está em curso um ataque em todas as frentes contra o trabalho. Contra isso, é preciso unir todas as forças que se juntam à luta de massas e declarar a legitimidade da resposta social em todas as suas formas.

Para que a luta tenha um sentido útil, é preciso que os trabalhadores rejeitem pagar os custos da crise e façam valer os interesses próprios da sua condição de classe. Não lhes cabe, nem podem, resolver os problemas do capital – mas podem, e só eles podem, defender os seus interesses de assalariados.

Acreditamos que é possível forçar o patronato a recuar se, do lado dos trabalhadores, se reunirem as forças sociais dispostas a obrigar o capital a pagar a crise.


Quatro medidas para que o capital pague a crise

Trabalho para todos
- Ponto final nos despedimentos.
- Contra o desemprego e a precariedade, reduzir o horário de trabalho sem reduzir salários.

Combate à pobreza e à degradação do nível de vida
- Aumento dos salários e pensões, redução do leque salarial.
- Não ao aumento dos preços.
- Uso dos dinheiros do Estado e da Segurança Social em exclusivo para apoio ao emprego e ao bem-estar dos trabalhadores.
- Corte drástico nas despesas militares. Regresso de todas as forças militares e policiais em missões no estrangeiro.

Mais justiça social em vez de polícia
- Apoio social aos bairros pobres, aos imigrantes e à população empurrada para a miséria.
- Fim ao esbanjamento dos dinheiros públicos. Revogação das Parcerias Público-Privadas.
- Julgamento dos especuladores e corruptos. Expropriação das suas fortunas em benefício da Segurança Social.
- Fim dos privilégios dos administradores e políticos. Extinção das reformas milionárias.
- Impostos fortemente progressivos sobre o capital e as fortunas.

Unidade popular contra o capital
- Recusa do acordo com a troika.
- Combate à política de terrorismo social do patronato.
- União de todos os movimentos de resistência ao ataque capitalista.
- Reforço da organização sindical e da sua capacidade de luta
- Solidariedade com os povos da Grécia e de Espanha.


Outubro de 2011
Colectivo de Comunistas Revolucionários
Colectivo Mudar de Vida

Ocupa São Bento
--------------
Dia 15 Junta-te à Revolução Mundial! ocupa!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Revolução Nacional! Oçamento de Estado Revolta Portugal! Povo Indigna-te Ocupa a Assembleia



O povo tem de acordar de vez e unir-se pacificamente para mostra a sua indignação. REVOLTA-TE!

Não se deve chorar sobre o leite derramado! REVOLTA-TE!
É preciso lutar com dignidade e inteligencia no sentido de acabar com os irresponsáveis que se sentam diariamente nas cadeiras almofadadas. REVOLTA-TE!

Os direitos humanos TÊM de ser respeitados ! REVOLTA-TE!

Só há liberdade a séria quando houver, PAZ, PÃO, AMOR,SAÚDE, EDUCAÇÃO,HABITAÇÃO,E, RESPEITO PELO PRÓXIMO
REVOLTA-TE!

Os politicos e banqueiros destruiram a economia, venderam Portugal e escravizam o povo. Isto não pode continuar. REVOLTA-TE!

99% da população a serem explorados e escravizados para que 1% viva à GRANDE NÃO PODE SER!
A CORRUPÇÃO TEM QUE ACABAR.

ISTO ASSIM NÃO VAMOS LÁ
REVOLTA-TE!

Ocupa São Bento
--------------
Dia 15 Junta-te à Revolução Mundial! ocupa!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Orçamento de Estado, Austeridade, Psicologia da Crise: Colapso Económico Emocional Social e Revolta



Austeridade gera revolta - Vejam as reacções incríveis do povo

A reportagem sobre as várias reacções, vistas pelos meios de comunicação árabes e não só, ao anuncio de novas medidas de austeridade em Portugal. Jovem alemão irrita-se, trabalhadores portugueses destroem computador...


--------------
Dia 15 Junta-te à Revolução Mundial! ocupa!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Orçamento de Estado, Politica de Austeridade! Portugal Nova Grécia! Dança do Desempregado!



Portugal segue a mesma rota da Grécia...

A Grécia Não tem nada!

O povo grego Não tem nada!

O POVO GREGO VIVE NA TEM MISÉRIA!

OS PORTUGUESES FICAM NA MISÉRIA!


O povo vai Dançar:

A Dança do Desempregado

Album Quebra Cabeça de Gabriel o Pensador


Esta música quebra a cabeça, e serve para pôr a pensar, pois ilustra bem aquilo que vái ser a vida dos portugueses de hoje em diante.


Essa é a dança do desempregado
Quem ainda não dançou tá na hora de aprender
A nova dança do desempregado
Amanhã o dançarino pode ser você

E vai levando um pé na bunda vai
Vai pro olho da rua e não volta nunca mais
E vai saindo vai saindo sai
Com uma mão na frente e a outra atrás
E bota a mão no bolsinho (Não tem nada)
E bota a mão na carteira (Não tem nada)
E bota a mão no outro bolso (Não tem nada)
E vai abrindo a geladeira (Não tem nada)
Vai procurar mais um emprego (Não tem nada)
E olha nos classificados (Não tem nada)
E vai batendo o desespero (Não tem nada)
E vai ficar desempregado

Essa é a dança do desempregado
Quem ainda não dançou tá na hora de aprender
A nova dança do desempregado
Amanhã o dançarino pode ser você

E vai descendo vai descendo vai
E vai descendo até o Paragüai
E vai voltando vai voltando vai
"Muamba de primeira olhaí quem vai?"
E vai vendendo vai vendendo vai
Sobrevivendo feito camelô
E vai correndo vai correndo vai
O rapa tá chegando olhaí sujô!...
E vai rodando a bolsinha (Vai, vai!)
E vai tirando a calcinha (Vai, vai!)
E vai virando a bundinha (Vai, vai!)
E vai ganhando uma graninha
E vai vendendo o corpinho (Vai, vai!)
E vai ganhando o leitinho (Vai, vai!)
É o leitinho das crianças (Vai, vai!)
E vai entrando nessa dança

Essa é a dança do desempregado
Quem ainda não dançou tá na hora de aprender
A nova dança do desempregado
Amanhã o dançarino pode ser você

E bota a mão no bolsinho (Não tem nada)
E bota a mão na carteira (Não tem nada)
E não tem nada pra comer (Não tem nada)
E não tem nada a perder
E bota a mão no trinta e oito e vai devagarinho
E bota o ferro na cintura e vai no sapatinho
E vai roubar só uma vez pra comprar feijão
E vai roubando e vai roubando e vai virar ladrão
E bota a mão na cabeça!! (É a polícia)
E joga a arma no chão E bota as mãos nas algemas
E vai parar no camburão
E vai contando a sua história lá pro delegado
"E cala a boca vagabundo malandro safado"
E vai entrando e olhando o sol nascer quadrado
E vai dançando nessa dança do desempregado

Essa é a dança do desempregado
Quem ainda não dançou tá na hora de aprender
A nova dança do desempregado
Amanhã o dançarino pode ser você

--------------
Dia 15 Junta-te à Revolução Mundial! ocupa!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

OE 2012: Governo Mata Economia! Desemprego, Colapso Social e Económico!



Verdes: Orçamento de Estado 2012 vai matar a economia!

Colapso social e económico do país!



A deputada Heloísa Apolónia, dos Verdes, afirmou hoje que as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo para 2012 correspondem ao absoluto colapso social e económico do país e defendeu a renegociação da dívida nacional.
Heloísa Apolónia falava no Parlamento, após o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, ter anunciado, numa declaração ao pais, algumas medidas que fazem parte da proposta de Orçamento do Estado para 2012 e que incluem a retenção de subsídios de Natal e férias de parte dos funcionários públicos e pensionistas o aumento do horário de trabalho no sector privado.

"Estas medidas são perfeitamente inaceitáveis", disse Heloísa Apolónia aos jornalistas.

Para a deputada, "se as circunstâncias se alteraram, como diz o primeiro-ministro, então as soluções também têm de se alterar" porque estas que apresenta o Governo "vão matar" a economia portuguesa.

"Matar o poder de compra das pessoas é estar a matar as empresas e estar a gerar desemprego. Se é este o resultado que o senhor primeiro-ministro quer, parabéns, está a consegui-lo. Mas não é isto seguramente o resultado que os portugueses querem", afirmou.

E para os Verdes, o caminho passa por "alterar os prazos relativamente ao pagamento da dívida"

"Temos de fazer uma renegociação do nosso défice e da nossa dívida, isso está absolutamente claro", disse Heloísa Apolónia.

Dia 15 Junta-te à Revolução! ocupa!

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/09/15-o-lisboa-portugal-manifestacao.html
também em Angra do Heroisamo, Évora e Braga
http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-porto-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-coimbra-mobilizacao-popular-por.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/10/15-o-faro-algarve-manif-por-portugal.html

http://revoltatotalglobal.blogspot.com/2011/07/mobilizacao-internacional-15-de-outubro.html

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Indigna-te! Revolução é Salvação! Orçamento de Estado: Governo Declara Guerra ao Povo!! Escravo Não! Está na Tua Mão Mudar a Situação!



O país caminha para o Abismo. O 1º Ministro do governo dos bancos, que quando na oposição era contra o aumento de impostos,  acabou de declarar guerra ao país, ao anunciar o Orçamento de Estado. O OE, vai ser um brutal aumento de impostos e ataque à classe trabalhadora para favorecer os mesmos de sempre, os especuladores, banqueiros e os parasitas do costume.

E o saque continua, como vemos abaixo, extraido semaário sol::
"Dois membros do Governo vão receber um subsídio de alojamento de 1150 euros mensais, isto apesar de serem proprietários de uma casa na região da grande Lisboa"


Voltando ao Orçamento de Estado:

A declaração de Guerra ao povo.
- vai vai acabar com o subsídio de férias e de Natal para quem ganhe um misero ordenado acima dos 1000 euros por mês com casa para pagar, vái ter que entregar a casa ao Banco.

- aos outros capitalistas que ganham acima do ordenado minimo,corta-lhes um dos subsidios,

- Como se não basta-se, vamos também ter de trabalhar mais uma hora por dia, de borla,

- vai-nos  cortar feriados e pontes para ajudar os bancos,

- Anunciou mais cortes e aumentos de taxas na saúde,

- O golfe continua a pagar 6% de IVA,

- As mordomias dos politicos contiuam,

- Os bancos e especuladores continuam a não pagar impostos,

- No OffShore da Madeira não se toca,

Enquanto se anunciam no Orçamento Geral do Estado mais austeridade para a maioria da população eis que para os Srs do Estado há mais mordomias e subsídios.

Do que vimos acima, e do que se pode ler abaixo, só se pode conncluir que o primeiro ministro e o Des-Governo, NÃO SERVEM.


O artigo do semanário Sol:
Dois membros do Governo vão receber um subsídio de alojamento de 1150 euros mensais, isto apesar de serem proprietários de uma casa na região da grande Lisboa.
e acordo com um despacho publicado em Diário da República, dois ministros e sete secretários de Estado terão direito a este apoio do Estado, por terem residência permanente a mais de 100 quilómetros da capital. Miguel Macedo, ministro da Administração Interna, e José Cesário, secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, são dois dos nomes abrangidos. Mas têm uma particularidade. De acordo com a declaração de rendimentos entregue no Tribunal Constitucional, ambos têm casa própria em Lisboa.

Estes casos não merecem ressalva na lei – um decreto de 1980, assinado pelo então primeiro-ministro, Francisco Sá Carneiro, e pelo ministro das Finanças, Cavaco Silva.

O documento estabelece que aos membros do Governo que «não tenham residência permanente na cidade de Lisboa ou numa área circundante de 100 quilómetros poderá ser concedida habitação por conta do Estado ou atribuído um subsídio de alojamento». E justifica este apoio em função dos encargos com a fixação em Lisboa. Encargos esses que, diz a lei, são agravados pela «rarefacção de habitações passíveis de arrendamento» na cidade.

Apesar de ter mais de 30 anos, a lei nunca foi alterada e tem sido usada pelos sucessivos governos para atribuição de subsídios de alojamento aos governantes com residência permanente fora do perímetro da capital.

No anterior Executivo, este apoio foi atribuído a 13 titulares de pastas governamentais, sendo que entre estes também havia três secretários de Estado com casa própria em Lisboa.

Uma situação que já foi apreciada pelo conselho consultivo da Procuradoria-Geral da República que – citando a lei que refere apenas a residência de origem – conclui que a propriedade de uma casa em Lisboa não impede a atribuição do subsídio.

Contactado pelo SOL, o gabinete de Miguel Macedo remeteu precisamente para este parecer da Procuradoria, sublinhando que o subsídio é atribuído em função da residência permanente – que no caso do ministro da Administração Interna é no Porto.

O secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Cesário, diz que o subsídio está «contemplado e justificado»: «Não é só de alojamento. O que está em causa é uma compensação pelas despesas que têm a ver com a deslocação para Lisboa».

O subsídio de alojamento foi também atribuído ao ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, a Juvenal Peneda (adjunto do ministro da AdministraçãoInterna), aos secretários de Estado Paulo Simões Júlio, Cecília Meireles, Daniel Campelo e Marco António Costa e à subsecretária de Estado adjunta Vânia Barros.

susete.francisco@sol.pt

É de um aproveitamento muito baixo, vergonhoso, aliás! Estes, que apregoam que o ESTADO não tem dinheiro, aproveitam-se mesquinhamente de todas as Leis para sacar mais alguns trocos! São estas mesmíssimas criaturas que vêm todos os dias aos microfones exigirem mais, e mais medidas. A mobilidade é uma medida que foi imposta pelo Estado, mas nem por isso foram dados quaisquer subsídios para colmatar os gastos a muitos profissionais, que fazem centenas de quilómetros diários para cumprirem com as suas obrigações! Agora, estas CRIATURAS - ministros, deputados e elenco governamental - podem ter esses subsídios! É de bradar aos céus tal injustiça!!! Como é que conseguem enfrentar a sociedade e pedir mais sacrifícios?! É que, acima de tudo, a vossa DESONESTIDADE MORAL é simplesmente avassaladora.

Estes gajos, são entidades estrangeiras, invasoras, e como tal têm que ser corridos para salvar Portugal e os portugueses.

ESTE DES-GOVERNO GOVERNA CONTRA PORTUGAL!

ESTE DES-GOVERNO GOVERNA-SE!

ESTE DES-GOVERNO NÃO SERVE!

TEMOS QUE ACABAR COM ISTO ANTES QUE SEJA TARDE E ACABEM CONOSCO!

Na América o movimento #OccupyWallStreet, ocupa Wall Street, Bruxelas está a ser ocupada pelo movimento 15 de Maio, #MarchaBruselas.

Dia 15 de Outubro é a manifestação mundial contra esta politica devastadora. É preciso que o povo, os 99% da população explorada, se junte, e a uma só voz, digamos BASTA!

BASTA DE EXPLORAÇÃO!

BASTA DE GOVERNOS ESTRANGEIROS QUE GOVERNAM PARA SE SERVIR E SE GOVERNAR!

BASTA DE GOVERNOS QUE GOVERNAM PARA  1% DA POPULAÇÃO!

BASTA DE GOVERNOS QUE GOVERNAM PARA OS ESPECULADORESA FINANCEIROS!

BASTA DE GOVERNOS QUE GOVERNAM PARA PARAÍSOS FISCAIS E OFFSHORES!

BASTA DE GOVERNOS QUE CONTRA O POVO!

BASTA DE GOVERNOS QUE GOVERNAM CONTRA A POPULAÇÃO!

ACORDA PORTUGAL!

DIA 15 OCUPA SÃO BENTO !

JUNTA-TE Á MANIFESTAÇÃO!

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...