... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

Armas de Guerra Económica para Dominação Global: Moodys, Diz Que Reformas de Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha Não São Suficientes; in SIC Notícias; A Máfia Financeira da Banca Internacional Quer Escravidão Total



Moody's, a Arma de Guerra Económica para Dominação Global: Reformas de Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha não são suficientes para a Moody's. Ao fim de um ano de aplicação do remédio dos bandidos dos bancos, um programa que compromete a economia nacional, tendo como resultado, o empobrecimento e miséria de Portugal, um programa, em fase mais adiantada na Grécia, com as nefastas consequências da terapia letal de Bruxelas. Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha têm de despedir muito mais gente, destruir muito mais empresas e abrir muito mais falências de forma a poderem competir com a Ásia e África para que o cartel internacional da família dos banqueiros possa assumir o controlo destes países e reduzir o povo a escravos.



Moodys, Máfia, Financeira, Internacional, Armas, Guerra, Económica, Dominação, Global, Reformas, Portugal, Grécia, Irlanda, Espanha, Escravidão,

SIC Notícias: Reformas de Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha não são suficientes para a Moody's.


A agência de notação financeira Moody's, defendeu hoje que as reformas adotadas por Portugal, Grécia, Irlanda e Espanha permitiram melhorar a sua situação económica, mas que a resolução completa dos seus problemas poderá demorar vários anos.

"A adoção de um certo número de reformas estruturais pelos países periféricos da zona euro -- Grécia, Irlanda, Portugal e Espanha -- permitiu melhorias, mas não resolveu completamente os desequilíbrios externos que se desenvolveram nesses países antes da crise" na zona euro, refere a Moody's em comunicado.

A agência de notação financeira considera que, "na melhor das hipóteses", as reformas implementadas contribuíram para a resolução de apenas metade dos problemas, "consoante os países em questão", e que a crise que enfrentam poderá vários anos a ser resolvida. in SIC NOTÍCIAS e Agência Lusa


O que temos aqui é a mesma receita aplicada na Argentina e que levou a miséria total. Toda esta estratégia, trata-se de um plano da familia dos banqueiros internacionais para dominação e controle global, reduzindo os povos á escravidão da dívida. Para podermos compreender o que se passa temos que conhecer as ligações da agência de notação financeira Moody's.
A agência de notação financeira Moody's, é uma sociedade, propriedade de Dun & Bradstreet, tem como maior accionista a Berkshire & Hattaway, a Berkshire & Hattaway é propriedade do Mega Especulador Warren Buffett, intimamente ligada aos especuladores de Wall Street e da Financial City de Londres. A Moody's é parceira do JP Morgan, Ásia Society, World Bank, Deutsche Bank, Goldman Sachs, Citigroup, Citicorp, Bank of New York, Barclays, Japan Society, Business Services Round Table, Standard & Poor's, Trilateral Comission...

O Deutsche Bank é um dos bancos implicados na manipulação de mercado, Taxas Libor ve Euribor

Para melhor compreender o polvo financeiro de dominação global, necessitamos de ter consciência que o cartel financeiro, de que fazem parte o Deutsche Bank, o Barclays, JP Morgan, Warburgs, Lehaman Brothers, Goldman Sachs, está intimamente ligado ao cartel petrolífero da Exon Mobil, Royal Dutch Shell, BP, TEXACO..., Em suma, desde a fundação da Moody's por Jonh Perry Moody, falar da Moody's, é falar de Rockfeller, Rotschild, Windsor, Saboia, do Deutsche Bank, Chase, Wells Fargo, etc...

Um Pouco de história sobre a Moody's e sobre o cartel de dominação global
A Casa de Morgan era íntima da Casa Britânica de Windsor e da Casa Italiana de Sabóia. Os Kuhn Loebs, os Warburgs, os Lehmans, os Lazards, os Israel Moses Seifs e os Goldman Sachs também tinham ligações estreitas com a realeza européia. Em 1895 Morgan controlava o fluxo do ouro dentro e fora dos EUA. A primeira vaga de fusões americanas estava na sua infância e estava a ser promovida pelos banqueiros. Em 1897 houve sessenta e nove fusões industriais. Em 1899 houve mil e duzentas. Em 1904, John Moody - fundador do Moody's Investor Services - disse que era impossível falar dos interesses de Rockefeller e Morgan em separado.

----------------------------

De acordo com o relatório 10-K para a SEC, os Quatro Cavaleiros da Banca estão entre os dez maiores acionistas de praticamente todas as empresas da Fortune 500.


Então quem são os acionistas destes centros bancários de dinheiro?

Esta informação é um segredo muito bem guardado. As minhas indagações junto das agências reguladoras da banca, no que se refere aos proprietários das ações dos 25 maiores bancos norte-americanos que possuem companhias, foram respondidas ao abrigo da Lei da Liberdade de Informação, antes de serem recusadas com base na "segurança nacional". O que é bastante ridículo, na medida em que muitos dos acionistas da banca residem na Europa.

Um importante repositório da riqueza da oligarquia global que é dona destas companhias na posse da banca é a US Trust Corporation - fundada em 1853 e atualmente propriedade do Bank of America. Um recente diretor e curador honorário da US Trust Corporate foi Walter Rothschild. Outros diretores incluíram Daniel Davison do JP Morgan Chase, Richard Tucker da Exxon Mobil, Daniel Roberts do Citigroup e Marshall Schwartz do Morgan Stanley. [2]

J. W. McCallister, da indústria petrolífera com ligações à Casa de Saud, escreveu no The Grim Reaper que informações que obteve de banqueiros sauditas referiam que 80% do Federal Reserve Bank de Nova Iorque - de longe o ramo mais poderoso do Fed - estavam na posse de apenas oito famílias, quatro das quais residem nos EUA. São elas os Goldman Sachs, os Rockefellers, os Lehmans e os Kuhn Loebs de Nova Iorque; os Rothschilds de Paris e de Londres; os Warburgs de Hamburgo; os Lazards de Paris; e os Israel Moses Seifs de Roma.

O CPA Thomas D. Schauf confirma as afirmações de McCallister, acrescentando que dez bancos controlam todos os doze ramos do Federal Reserve Bank. Menciona o N.M. Rothschild de Londres, o Rothschild Bank de Berlim, o Warburg Bank de Hamburgo, o Warburg Bank de Amsterdã, o Lehman Brothers de Nova Iorque, o Lazard Brothers de Paris, o Kuhn Loeb Bank de Nova Iorque, o Israel Moses Seif Bank de Itália, o Goldman Sachs de Nova Iorque e o JP Morgan Chase Bank de Nova Iorque. Schauf lista William Rockefeller, Paul Warburg, Jacob Schiff e James Stillman como indivíduos que possuem grande quantidade de ações do Fed. Os Schiffs são preponderantes no Kuhn Loeb. Os Stillmans no Citigroup, casaram-se no clã Rockfeller no início do século.

Eustace Mullins chegou às mesmas conclusões no seu livro ' The Secrets of the Federal Reserve', em que exibe gráficos ligando o Fed e os bancos seus membros às famílias Rothschild, Warburg, Rockfeller e outras.

O controlo que estas famílias de banqueiros exercem sobre a economia global não pode ser sobrestimada e é intencionalmente um segredo bem guardado. O seu braço nos media empresariais é rápido a desacreditar qualquer informação que divulgue este cartel privado de banqueiros centrais como uma 'teoria da conspiração'. Mas os fatos subsistem.

Conheça os quatro cavaleiros da banca internacional

Podemos com clareza afirmar que quem manda nas Agências de Rating, são os mesmos que dominam e controlam os mercados. Quem está a provocar o crash da dívida, são os mesmos que avaliam. Os mega especuladores, são os donos da Moody's, Sandard & Poor's, Fitch e..

Entre outros, A Capital Group, é um dos accionistas de referência da Moody's e Sandard & Poor's.

É necessário ter consciência da realidade do mundo em que vivemos. Temos que ter noção de da conspiração maçónica para dominação global, conhecer o comité gestor do Clube Bilderberg, a Lista Bilderberg 2012, a Comissão Trilateral, o Fórum Portugal Global, a que pertence o escritório de advogados Morais Leitão e Galvão Teles, sócios do Banco Comercial Português e anterior patrão de Assunção Cristas, antes ser ministra. Foi no Fórum Portugal Global que foi arquitectada a Privatização da Água em 1997. Conheça mais alguns portugueses do Bilderberg. no tocante ás privatizações é importante salientar os conflitos de interesses entre António Borges e Jerónimo Martins.

Necessitamos de conhecer o sistema financeiro e saber quem controla o Banco Central Europeu é JP Morgan, e que a Elite dos Bancos Privados, é uma mesma família, reunida na Financial Services Roud Table, e no Inter-Alpha Group of Banks, grupo financeiro a quea que pertence o Banco Espírito Santo. Conheça o Grupo Espírito Santo e a história do BES.


No caminho da escravidão total pelo défice e usura, temos também como principais intervenientes, os membros nacionais deste mesmo cartel. Os traidores.

Saiba que não foi inocente a escolha de Eduardo Catroga para negociar com o Fundo Monetário Internacional. Eduardo Catroga foi escolhido, não por já ter sido ministro das finanças, e por ser economista, mas sim, por ser parte interessada no resgate financeiro a Portugal.

Eduardo Catroga encabeçou as negociações com o FMI, porque faz parte da direcção do Banco Financia, parte interessada no roubo.

Tudo isto se encontra na linha do velho plano de dominação global. convém ver o video da conversa de Vitor Gaspar com Schauble, e ler o discurso do Dr. Rath em Auschwitz e conhecer o US MILITARY Inteligence Secret Repor EW PA 128 Red House Report e o Protocolo de Budapeste.


"Austeridade a mais pode "repetir" o que se passou na Alemanha pré-nazi", Ewald Nowotny, governador do Banco da Áustria e membro do conselho de governadores do BCE, que traça um paralelo com as políticas de austeridade na Alemanha no começo dos anos 30, ambiente que facilitou a chegada ao poder de Adolfo Hitler



Organizem-se e revoltem-se, porra!

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
A Administração do Website

Revolta Total Global Democracia Real Já

Democracia Real Ya
Saiba Quem Manda nas Agências de Rating
Saiba Como Funcionam, a Quem Benificiam e Servem os Ratings das Agências de Notação Financeira; Conheça a Moody's

Occupy The Banks

Conheça Dívida Soberana das Nações e o Império do Fundo Monetário Internacional FMI

World Revolution For Real Democracy Now
Conheça os Estatutos do FMI; Direito Especial de Saque Incluido

Take The Square

Occupy Everything

Tomem as Praças
Saiba Porque não Falam na Islândia

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...