... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

FENPROF Defende Escola Pública e Carreira Docente em Reunião Ministério da Educação e Ciência



REUNIÃO FENPROF / ME - 18 Julho/2011

FENPROF reafirma no MEC necessidade de defender a escola pública e de valorizar o exercício da profissão docente

A FENPROF entregou no Ministério da Educação e Ciência (18/07/2011) dois documentos: um Memorando com “Problemas da Educação, de abordagem e resolução prioritárias, a apresentar à nova equipa ministerial” e uma listagem de “Situações ilegais relacionadas com a carreira docente, de resolução urgente”.

Na sequência desta primeira reunião e com o objectivo de conhecer as respostas do MEC para os problemas colocados ficaram previstas três reuniões que deverão realizar-se na próxima semana:

i) Avaliação de Desempenho dos Docentes: lançamento do processo negocial para substituição do actual modelo;

ii) Ensino Superior;

iii) Outras questões colocadas, quer do foro da legalidade, quer relacionadas com o início do próximo ano lectivo.

Nesta reunião, a FENPROF colocou as suas preocupações face a alguns conteúdos do programa de Governo para a Educação, reafirmando a sua firme disposição em, na Legislatura que agora se inicia, defender a Escola Pública, valorizar a profissão e os profissionais docentes, melhorar a organização e o funcionamento das escolas, dar mais qualidade ao ensino e à educação.

Sobre a abertura do próximo ano escolar, o MEC confirmou que só encerrarão escolas nos casos em que os alunos passem a ter melhores respostas educativas e que novos mega-agrupamentos só serão criados quando for essa a decisão das escolas e municípios. Espera-se que essa opção seja, de facto, respeitada.

A FENPROF insistiu ainda para que não fossem aplicadas as novas regras de organização do ano lectivo, impostas por despacho da equipa ministerial anterior, mantendo-se em vigor, transitoriamente, as que se aplicaram no ano que agora termina. Essa solução é a que melhor serve as escolas e menos instabilidade criará no sistema.

A FENPROF também manifestou forte preocupação com o previsível aumento do desemprego entre os docentes, que poderá vir a acontecer já em Setembro, considerando indispensável a tomada de medidas que, beneficiando o funcionamento das escolas, possam, igualmente, evitar tal problema.

O Secretariado Nacional da FENPROF

18/07/2011

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
A Administração do Website

Revolta Total Global Democracia Real Já

Democracia Real Ya
Saiba Quem Manda nas Agências de Rating
Saiba Como Funcionam, a Quem Benificiam e Servem os Ratings das Agências de Notação Financeira; Conheça a Moody's

Occupy The Banks

Conheça Dívida Soberana das Nações e o Império do Fundo Monetário Internacional FMI

World Revolution For Real Democracy Now
Conheça os Estatutos do FMI; Direito Especial de Saque Incluido

Take The Square

Occupy Everything

Tomem as Praças
Saiba Porque não Falam na Islândia

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...