... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

Máfia Portuguesa, Maçonaria, Crise Portugal! Miguel Relvas Ministro Maçon Contrata Motorista da Escola PSD: 73.446,00 Euros e Paga Mais Austeridade e Impostos Zé!



O Ministro Miguel Relvas com antepassados maçons, e que é maçon de alto grau e domina as principais pastas e decisões do governo precisa de viajar pelas lojas e não lhe bastava os 3 motoristas cedidos pela Secretaria Geral do Ministério dos Assuntos Parlamentares logo decidiu contratar por Ajuste Directo, um novo motorista por € 73.446,00.



Relvas que nunca trabalhou na vida, e que em Tomar, nos seus tempos de escola no Colégio Nuno Álvares colava cartazes e ia para as “Estrelinhas de Tomar” (Café/Pastelaria) falar sobre o que fazia (colar cartazes), foi ao Brasil comprar uns cursos de gestão ou coisa parecida e hoje é adjunto do 1º Ministro, tinha três motoristas, não lhe chegava e contrata mais ummotorista do clube PSD, a ganhar 73 mil euros


O ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, nomeou um motorista que vai ganhar 73 mil euros. Alexandre José Pinheiro Meireles, 35 anos, trabalha, desde 2008, para o grupo parlamentar do PSD e foi agora recrutado para o gabinete de Relvas, através de um contrato de prestação de serviços por ajuste directo. Em 2010, o PSD pagou a José Meireles cerca 28 mil euros anuais.

"Quando foi detectada a necessidade de reforçar o serviço, através da contratação de mais um motorista, chegámos à conclusão que seria menos dispendioso recorrer à prestação de serviços", justificou fonte ofi-cial do gabinete de Relvas disse ao CM. "Trata-se de um regime mais flexível,...", acrescentou.

Na página oficial do Governo, o referido motorista aparece com um vencimento mensal de 2448,22 euros. Para justificar esta discrepância de valores, fonte oficial do Governo disse ao CM que os 73 mil euros têm em conta "um contrato de três anos", o que significa "um valor bruto de 2448,22 euros mensais".



Ainda assim, a verdade é que este motorista aufere um vencimento superior ao do motorista do próprio primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, que tem um ordenado de 1047 euros por mês.

Outra particularidade desta nomeação é o facto de ter sido assinada por um período de três anos, ao contrário da generalidade dos contratos ministeriais, que são sem termo. Reconhecendo a diferença, fonte oficial do ministério dos Assuntos Parlamentares garantiu que o contrato em causa foi, por isso mesmo, salvaguardado com "uma cláusula de rescisão sem direito a indemnização".


E de onde vem importante responsável pelo transporte da política do Governo? Onde trabalhava antes? Qual foi o famoso percurso do artista? A resposta está no DRE que nos diz que se trata de um velho conhecido de longa data, de formação PSD, a mamar á conta da brutal carga de impostos lançada ao contribuinte:

Despacho (extracto) n.º 22149/2008, de 27 de Agosto de 2008

Nomeação de Alexandre José Pinheiro Meireles para a categoria de motorista do Gabinete de Apoio do Grupo Parlamentar do Partido Social-Democrata


Despacho (extracto nº6812/2010

Por despacho de 29 de Março de 2010 do Presidente do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata:

Alexandre José Pinheiro Meireles - exonerado, a seu pedido, nos termos do nº6 do artigo 46º da Lei Organizativa e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República, republicada pela Lei nº28/2003, de 30 de julho, da categoria de motorista do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, com efeitos a partir de 29 de Março de 2010.

12 de Abril da 2010. - A Secretária-Geral, Adelina Sá Carvalho

Então ficamos a saber que o ex-motorista do grupo parlamentar do PSD vai receber € 73.446,00. Curiosamente esta nomeação encoberta não consta da página das nomeações do Governo.
Porém, o Sr. Alexandre Meireles não é o único que não consta da página das nomeações do Governo.

Transparência?
Pois claro, mas não é neste ministério (nem neste nem nos outros)........

A crise e a austeridade são prós pobres e para os funcionários publicos e pensionistas, agora pra esses gajos não há crise nenhuma e é um fartar vilanagem.
Este é um Governo que governa para os amigos e desgoverna Portugal, o país está miséria, á conta dos roubos feitos pelos políticos, roubam subsidios de férias e de Natal, acabam com feriados, aumentam horário de trabalho e contratam amigos Motoristas que ganham 73 mil euros!

Quem pensa que a crise vai acabar, desengane-se. O país foi tomado de assalto pela máfia maçónica de interesses obscuros e ocultos.
Os interesses da irmandade maçonica, estão muito acima dos interesses dos portugueses, e movimentam-se em prol da irmamdade e contra Portugal. A própria crise económica, é provocada por eles, para entrarem dentro das nações, com a SUA ARMA ECONÓMICA de artilharia pesada que dá pelo nome de FMI.

É hora de Pôr Termo a Esta Conspiração maçónica.


A Solução É Revolução.


o manual dos gajos "Os Protocolos dos Sábios de Sião"

Sumário resumo dos capitulos directamente mais relacionados:

CAPÍTULO I
Resumo.- O direito reside na força. A liberdade é uma idéia. O liberalismo. O ouro. A fé. A autonomia. O despotismo do capital. O inimigo interno. A multidão. A anarquia. A política e a moral. O direito do mais forte. O poder judaico-maçônico é invencível. O fim justifica os meios. A multidão é cega. O alfabeto político. As discórdias dos partidos. A forma de governo que melhor conduz ao nosso fim é a aristocracia. As bebidas alcoólicas. O classicismo. A devassidão. O princípio e as regras do governo Judaico e franco-maçon. O terror. Liberdade. Igualdade. Fraternidade. O princípio do governo dinástico. A destruição dos privilégios da aristocracia dos cristãos. Cálculo psicológico. Abstração da liberdade. Removibilidade dos representantes do povo

CAPÍTULO II
Resumo. - As guerras econômicas são a base da supremacia judaica. A administração visível e os "Conselheiros Secretos". O êxito das doutrinas destruidoras. A assimilação na política. O papel da imprensa.O preço do ouro e o valor das vítimas judaicas

CAPÍTULO III
Resumo - A serpente simbólica e sua significação. Instabilidade do equilíbrio onstitucional. O terror nos palácios. poder e a ambição. As máquinas de falar dos parlamentos, os panfletos. Os abusos do poder. A escravidão econômica. "A verdade do povo". Os açambarcadores e a aristocracia. O exército dos franco-maçons judeus. A degenerescência dos cristãos. A fome e o direito do capital. A vinda e a coroação do "Senhor Universal".


CAPÍTULO IV
Resumo.- As diversas fases duma república. A franco-maçonaria externa. A liberdade e a fé. A concorrência internacional do comércio e da indústria. O papel da especulação. O culto do ouro.

CAPÍTULO V
Resumo.- Criação de forte concentração do governo. Os modos da franco-maçonaria se apoderar do poder. Por quê os Estados não conseguem entender-se. "Pre-eleição" dos judeus. O ouro é o motor de todos os mecanismos dos Estados. Os monopólios no comércio e na indústria. A importância da crítica. As instituições "como são vistas". Cansaço causado pelos discursos. Como tomar conta da opinião pública? A importância da iniciativa privada. O governo supremo.


CAPÍTULO VI
Resumo.- Os monopólios ; as fortunas dos cristãos dependem desses monopólios. A aristocracia privada de riqueza territorial.O comércio, a indústria e a especulação. O luxo. A alta do salário e o encarecimento dos gêneros de primeira necessidade. A anarquia e a embriaguez. O sentido secreto da propaganda das teorias econômicas.


CAPÍTULO VIII
Resumo. - Uso equívoco do direito teórico. Os colaboradores do regime franco-maçon. Escolas particulares e de educação superior inteiramente particular. Economistas e milionários. A quem se deve confiar os postos de responsabilidade no governo.


CAPÍTULO X
Resumo.- A força das coisas na política. A "genialidade" da baixeza.O que promete o golpe de Estado franco-maçônico.O sufrágio universal. A estima de si mesmo.Os chefes dos franco-maçons.O guia genial da franco-maçonaria. As instituições e suas funções. O veneno do liberalismo. A constituição é a escola das discórdias de partidos. A era republicana.Os presidentes são criaturas da franco-maçonaria. Responsabilidade dos presidentes. O "Panamá". O papel da Câmara dos Deputados e do Presidente.A franco-maçonaria é uma força legislativa.A nova constituição republicana. Passagem para a "autocracia" franco-maçônica. Momento da proclamação do "rei universal". Inoculação de doenças e outros malefícios da franco-maçonaria.

CAPÍTULO XI
Resumo.- O programa da nova constituição.
Alguns pormenores sobre o golpe
de Estado proposto. Os cristãos são carneiros.
A franco-maçonaria secreta e suas lojas de "fachada"

CAPÍTULO XX
Resumo.- O programa financeiro. O imposto progressivo. Percepção progressiva em selos. Caixa de fundos em valores-papel e estagnação do dinheiro. Tribunal de contas. Abolição da representação. Estagnação dos capitais. Emissão de dinheiro. O câmbio do ouro. O câmbio do custo do trabalho. O orçamento. Os empréstimos do Estado. A série de títulos ao juro de 1%. As ações industriais. Os governantes dos cristãos: os favoritos; os agentes dos franco-maçons.


CAPÍTULO XXI
Resumo.-Os empréstimos internos. O passivo e os impostos.
As conversões.As caixas econômicas e a renda.
Supressão da bolsa de fundos públicos. Taxação dos valores industriais.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
A Administração do Website

Revolta Total Global Democracia Real Já

Democracia Real Ya
Saiba Quem Manda nas Agências de Rating
Saiba Como Funcionam, a Quem Benificiam e Servem os Ratings das Agências de Notação Financeira; Conheça a Moody's

Occupy The Banks

Conheça Dívida Soberana das Nações e o Império do Fundo Monetário Internacional FMI

World Revolution For Real Democracy Now
Conheça os Estatutos do FMI; Direito Especial de Saque Incluido

Take The Square

Occupy Everything

Tomem as Praças
Saiba Porque não Falam na Islândia

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...