... Julgo que depois destes malabarismos, os currículos das pessoas com funções políticas activas com o propósito de praticar o bem comum de uma nação, devem ser exigidos e publicados em Diário da Republica para qualquer cidadão poder consultar e certificar-se das habilitações de cada politico. Não deve ser uma opção, mas uma condição contemplada numa lei própria para o efeito, pois como sabemos, nenhum trabalhador é admitido numa função numa empresa, sem referências e/ou curriculo académico/profissional. será verdade que o PS está "calado" neste caso da licenciatura de M. Relvas porque o Irmão Maçon António Seguro dos Bancos (da Universidade Lusófona) foi um dos professores envolvido no processo?...

1 Milhão na Avenida da Liberdade Para Limpeza da Classe Política



Se na Islândia foi possível limpar a classe política cá também será. Lá foram necessários 4 dias na rua cá serão os que forem necessários.

Não bastam as medidas do FMI. É preciso responsabilizar os políticos que nos conduziram até esta situação.
O despudor já chegou ao ponto de, em tempo de crise se dar um aumento de 65% a gestores públicos para depois vir-se penalizar os pensionistas para arranjar dinheiro para pagar esses aumentos.

É preciso sermos claros dizer que de uma vez por todas basta!

Os nosso políticos têm de entender que pagamos impostos para termos:

- uma Justiça melhor e mais célere;
- um melhor acesso a cuidados de Saúde de qualidade;
- escolas que preparem os nossos jovens para serem competitivos com os melhores do espaço europeu;
- forças de segurança com formação e meios capazes;
- um estado que crie condições para o Desenvolvimento homogéneo de todo o território nacional.


Não para sustentar luxos e ordenados imorais dos políticos e gestores públicos.

Por isso exigimos: Que todos aqueles que usaram as cadeiras do poder para enriquecer sejam presos e vejam os seus bens confiscados para pagar a dívida pública que criaram.

Não foi a população que criou esta dívida, não fomos nós que lucramos com ela, foram os nossos governantes que lucraram ao receber ordenados milionários e ao acumular pensões principescas quase sem ter feito qualquer desconto.

Não fomos nós que demos prejuízos monumentais a dirigir as empresas do estado. Foram os nossos políticos que deram esses prejuízos e por isso são eles que têm de pagar, independentemente do partido que sejam. É certo que nem todos os partidos estiveram no governo mas ao falir as câmaras municipais que governaram, e as empresas públicas que controlaram, todos contribuíram para a falência do estado.

É para acabar com a impunidade em que vive a classe política, enquanto faz uma autêntica orgia com o nosso dinheiro que lutamos.

Se na Islândia foi possível limpar a classe política cá também será. Lá foram necessários 4 dias na rua cá serão os que forem necessários.

Dia 14 é o dia da mudança se a população se unir e o exigir é possível devolver a dignidade à política e a esperança a Portugal.

O futuro depende do que cada um de nós fizer dia 14!

Dia 15 manifestações em Lisboa, Porto, Braga, Coimbra, Setúbal e Faro.

Write About Or Link To This Post On Your Blog - Easy Links :
Link Directly To This Post :

Link To The Homepage :

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários são livres, portanto não expressam necessariamente a opinião do blog.
Usem-no com sapiência, respeito com os demais e fiquem a vontade.
A Administração do Website

Revolta Total Global Democracia Real Já

Democracia Real Ya
Saiba Quem Manda nas Agências de Rating
Saiba Como Funcionam, a Quem Benificiam e Servem os Ratings das Agências de Notação Financeira; Conheça a Moody's

Occupy The Banks

Conheça Dívida Soberana das Nações e o Império do Fundo Monetário Internacional FMI

World Revolution For Real Democracy Now
Conheça os Estatutos do FMI; Direito Especial de Saque Incluido

Take The Square

Occupy Everything

Tomem as Praças
Saiba Porque não Falam na Islândia

Recent Posts

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...